Casa de Papel Sorocaba e Região

Operação sobre desvio de dinheiro encerra buscas na Prefeitura de Sorocaba

Os focos são as secretarias da Fazenda, da Comunicação e de Licitação



A Polícia Civil apreendeu diversos documentos no Paço Municipal. Crédito da foto: Emídio Marques

A Polícia Civil deflagrou a operação Casa de Papel para investigar desvio de dinheiro na Prefeitura de Sorocaba. Os focos são as secretarias da Cultura, da Comunicação, da Fazenda e de Licitação e Eventos.

A operação foi deflagrada na manhã desta segunda-feira (8) e conta também com promotores do Gaeco e funcionários do Tribunal de Contas do Estado. Os mandados de busca a apreensão também estão sendo cumpridos nas residências dos secretários municipais Eloy de Oliveira (Comunicação e Eventos), Hudson Zuliani (Licitações e Contratos), Werinton Kermes (Cultura e Turismo) e Marcelo Regalado (Fazenda). A lista também inclui o empresário Felipe Bismara.

Os nomes envolvidos na operação são suspeitos de fraudes em licitações, corrupção e peculato.

Confira a atualização em tempo real:

12h54 – A investigação foi iniciadas em janeiro. Sobre o jornal Gazeta do Interior, a informação da promotora Maria Aparecida Castanho, do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), braço do Ministério Público em situação com suspeita de organização criminosa, houve terceirização da terceirização e uma pessoa com trânsito livre na Prefeitura de Sorocaba seria ligada ao veículo.

12h51 – O empresário Felipe Bismara pagou fiança de R$ 10 mil com relação às munições apreendidas em sua residência. A informação é do advogado Antônio Tadeu Bismara Filho. Segundo ele, Felipe Bismara pratica tiro esportivo.

12h10 – A Polícia Civil e o Gaeco apresentam detalhes da operação em coletiva de imprensa.

A promotora Maria Aparecida Castanho, do Gaeco, e o delegado Seccional Marcelo Carriel. Foto: Erick Pinheiro

11h26 –  O secretário de Licitações e Contrato, Hudson Zuliani, acaba de comparecer à Delegacia Seccional para também prestar depoimento. Ele negou qualquer contrato fraudulento.

Hudson Zuliani também prestará depoimento na Delegacia Seccional. Crédito da foto: Erick Pinheiro

11h10 – Os trabalhos de busca e apreensão no Paço Municipal foram encerrados.

Os trabalhos no Paço Municipal já foram encerrados. Crédito da foto: Emídio Marques

10h29 – A Câmara Municipal de Sorocaba realiza uma reunião de emergência neste momento. O encontro ocorre na Presidência.

10h23 – O secretário de Comunicação Eventos, Eloy de Oliveira, também chegou à Delegacia Seccional para prestar depoimento. Ele afirmou não saber do que se trata a investigação.

O secretário Eloy de Oliveira também compareceu à Delegacia Seccional. Crédito da foto: Erick Pinheiro

09h45 – A vice-prefeita de Sorocaba, Jaqueline Coutinho, disse ter sido surpreendida com a ação da Polícia Civil na Prefeitura de Sorocaba. Durante rápida conversa com a imprensa, ela informou que iria se inteirar da situação.

A vice-prefeita falou com a imprensa. Foto: Emídio Marques

09h44 – O secretário de Cultura e Turismo de Sorocaba, Werinton Kermes, um dos alvos da operação, chega à Delegacia Seccional para prestar depoimento. Kermes é o primeiro membro do governo a comentar o caso. Visivelmente abalado, ele afirmou que é a favor da investigação e que a sua pasta não efetiva nenhum contrato. Esse, segundo ele, é papel da Secretaria de Licitação e Contratos. Kermes negou que tenha conversado com o prefeito José Crespo (DEM). O secretário também não garantiu se permanece à frente da pasta.

09h43 – A página de Licitações e Contratos, no Portal da Transparência Municipal, está fora do ar. Ao tentar acessar, aparece a informação de que página da web em pode estar temporariamente indisponível ou pode ter sido movida permanentemente para um novo endereço da Web.

09h34 – O empresário Antônio Bocalão Neto está sendo ouvido na Delegacia Seccional de Sorocaba. Ele teria ligações com o jornal Gazeta do Interior. O empresário Felipe Bismara também presta depoimento. Ele está no local acompanhado  da esposa e de um advogado.

Werinto Kermes chega à Delegacia Seccional. Crédito da foto: Erick Pinheiro

09h24 –  As armas apreendidas no casa do empresário Felipe Bismara possuem um certificado do Exército. Os documentos estão sendo checados pela Polícia Civil.

09h15 – Mais documentos apreendidos no Paço Municipal chegam à Delegacia Seccional de Sorocaba.

09h11 – A Secretaria da Fazenda também está sob intervenção. O secretário Marcelo Regalado está na sala junto com policiais civis e membros do Tribunal de Contas.

09h10 – A polícia esteve na casa dos quatro secretários, por volta das 6h.

09h08 – Informações indicam que armas e munições foram apreendidas na casa do empresário Felipe Bismara.

Material apreendido na casa de Felipe Bismara. Foto: Divulgação

09h05 – Na operação de hoje foram cumpridos 16 mandados de busca e apreensão e também mandados de condução coercitiva. Ninguém foi preso. A operação conta com 60 policiais civis, além de funcionários do MP e do Tribunal de Contas do Estado.

09h00 – Os servidores da Prefeitura foram desligados após os policiais detectarem tentativas de mudanças de senha no sistema municipal.

08h30 – A Polícia Civil pediu o desligamento de servidores de internet na Prefeitura de Sorocaba. O objetivo é evitar o vazamento de dados.

O servidor da Prefeitura foi desligado. Foto: Emídio Marques

08h10 – O prefeito José Crespo não foi visto no primeiro andar do Paço, foco do trabalho da Polícia Civil.

08h05 – A rotina da Prefeitura de Sorocaba foi alterada com a operação para apurar desvio de dinheiro. Funcionários das pastas investigadas pela Polícia estão sendo orientados a permanecer no térreo.

07h55 – O delegado Marcelo Carriel está neste momento na Secretaria de Licitações e Contratos, acompanhado por Hudson Zuliani.

07h50 – A Polícia Civil chegou às 6h ao prédio da Prefeitura de Sorocaba. As intervenções ocorrem na Secretaria de Comunicação e Eventos, de Licitações e Contratos e da Fazenda, todas no primeiro andar.

Policiais na Secretaria de Comunicação e Eventos. Foto: Emídio Marques

07h48 – O secretário de Licitações e Contratos, Hudson Zuliani, chega acompanhado por policiais civis e delegados no Paço Municipal.

07h40 – Mandados são cumpridos nas casas dos três secretários e do empresário Felipe Bismara

07h35 – Documentos apreendidos no Paço Municipal serão levados para a Delegacia Seccional de Sorocaba.

Documentos aprendidos no Paço Municipal. Foto: Marcel Scinocca

07h25 – Quatro policiais civis estão na Secretaria da Cultura para cumprimento de mandados.

Policiais civis cumprem mandados na Secretaria da Cultura. Foto: Marcel Scinocca

(Com informações de Giuliano Bonamim e Marcel Scinocca)

Comentários

CLASSICRUZEIRO