Covid-19 Sorocaba e Região

Prédios em Sorocaba já têm instruções para uso dos elevadores

O objetivo é evitar a propagação do coronavírus
Prédios em Sorocaba já têm instruções para uso dos elevadores
Aviso colocado no interior de um edifício em Sorocaba. Crédito da foto: Cortesia

Instruções para uso do elevador têm sido instaladas em prédios comerciais e residenciais de Sorocaba. O objetivo é evitar a propagação do coronavírus.

A dica é fazer o uso individual do elevador. Ele pode ser acessado com mais pessoas, desde que sejam do mesmo apartamento.

O alerta mostra o perigo de utilizar o elevador com pessoas de apartamentos diferentes. A dica é: se o elevador estiver cheio, aguarde ou use as escadas.

O síndico profissional Osmir Torres administra nove condomínios de Sorocaba. Ele tem emitido comunicados, desde a semana passada, sobre maneiras de evitar a propagação do coronavírus. “Tomamos medidas de acordo com as decisões do governo”, conta.

A limpeza dos elevadores também tem sido reforçada. O problema é a dificuldade em encontrar álcool em gel, relata o síndico.

Segundo Torres, áreas de convívio comum em condomínios também têm sido fechadas. Isso inclui piscinas, churrasqueiras, academias. “O objetivo é sempre preservar a vida”, diz Torres.

Empresas de elevadores preparam cartilha para evitar Covid-19

Diversas medidas de combate ao novo coronavírus têm como campo de ação os modais de transporte. Os alertas abrangem os transportes aéreo, terrestre e aquático. Também considerados meios de transporte, os elevadores são apontados como ambientes com grande potencial de contaminação.

Diante desse risco, a Associação Brasileira das Empresas de Elevadores (Abeel) preparou a cartilha “Coronavírus: como evitar a propagação em elevadores”. Ela conta com dicas preventivas que podem evitar o contágio naquele que, para muitas pessoas, é o primeiro e o último meio de transporte usado no dia a dia.

Basta um espirro ou mesmo uma mão mal lavada clicando um dos botões do elevador para o vírus aumentar o número de vítimas. Para evitar o Covid-19 em situações como essas, a Abeel sugere aos usuários de elevadores que não se encostem nas paredes da cabine, e que usem um lenço de papel descartável para acionar tanto o botão de chamada de pavimento como o botão de cabine.

Modos de prevenção

O lenço também deve ser usado para abrir as chamadas portas de eixo vertical: aquelas que são puxadas com a mão para entrar e empurradas para sair da cabine. A cartilha sugere, também, que sejam feitas higienizações em intervalos de duas horas.

Leia mais  Bolsonaro confirma envio de 5 milhões de testes para coronavírus

 

De acordo com a entidade, há cerca de 400 mil elevadores no Brasil. Só na cidade de São Paulo, a estimativa é de que a movimentação diária em elevadores corresponda ao dobro da população de Portugal (10,3 milhões). (Da Redação e da Agência Brasil)

Comentários