Sorocaba e Região

Policial militar de Itu é morta a tiro em Santo Antônio da Platina

Namorado, que também é policial militar, é o principal suspeito do crime
Integrantes de facção criminosa são mortos em troca de tiros com a PM
Viatura da Polícia Militar do Estado de São Paulo. Crédito da foto: Emídio Marques (23/7/2019)

Uma policial militar de Itu foi morta a tiro na noite deste sábado (30), em Santo Antônio da Platina, no Paraná. Segundo a Polícia Militar, o principal suspeito do crime é o namorado da vítima, que também é policial militar. O casal atua no Batalhão de Polícia Militar do Interior (50ºBPM/I), em Itu, na Região Metropolitana de Sorocaba (RMS).

Conforme a polícia, na noite deste sábado, o casal estava em um churrasco, e foi até um quarto do imóvel para dormir, quando começaram a discutir. De acordo com o boletim de ocorrência, o crime ocorreu na rua Amazonas, no bairro Jardim São Pedro, em Santo Antônio da Platina. A mulher foi encontrada deitada em um colchão já sem vida, com um ferimento de disparo de arma de fogo na região do tórax.

Ainda segundo a polícia, após a discussão, o suspeito de ser o autor do disparo contra a namorada disse que ela deu socos nele e começou a arranhá-lo no pescoço. Em seguida, o policial militar contou para a polícia que iria se levantar para tomar banho, momento em que tirou a arma da cintura e teria ocorrido o disparo.

Uma ambulância do Corpo de Bombeiros e uma viatura da Polícia Militar foram até o local do crime, onde prestaram atendimento ao casal. Quando os policiais entraram no quarto, o namorado da vítima estava com a arma na mão. Já a equipe do Corpo de Bombeiros socorreu a policial militar, mas ela já estava morta.

O suspeito do crime foi levado para a delegacia de polícia, onde foi registrada a ocorrência. As armas do casal também foram apreendidas pela polícia: uma pistola Taurus calibre 40 de cada um.  De acordo com a polícia, a arma de Luciana Aparecida Coccia dos Santos estava dentro da bolsa dela e carregada com 15 munições intactas. E a pistola do namorado estava carregada com 10 munições intactas e uma deflagrada.

Na delegacia de Santo Antônio da Platina, a polícia constatou que o suspeito do crime estava alcoolizado, pois foram feitos dois testes de bafômetro. O caso será investigado pela Polícia Civil. (Da Redação)

Comentários