Sorocaba e Região

Polícia prende piloto e integrantes de quadrilha de tráfico internacional de drogas

Três homens foram presos pela Polícia Rodoviária na tarde de sábado (13) em Boituva
Três homens suspeitos de integrar a quadrilha foram presos no km 111, da Castelo Branco, em Boituva. Crédito da foto: Divulgação/PF.

A Polícia Rodoviária prendeu em Boituva por volta das 17h30 deste sábado (13) três homens suspeitos de integrar uma quadrilha que fazia tráfico internacional de drogas. Os três suspeitos foram detidos na praça de pedágio, da Rodovia Castelo Branco (SP-280), no km 111, e levados para a sede da Polícia Federal, em Sorocaba. Segundo a polícia, os três homens são suspeitos de integrar a quadrilha que utilizava aeronaves para trazer droga do Paraguai para o Brasil.

Na manhã de ontem, outras duas pessoas já tinham sido presas pela Polícia Federal quando reabasteciam um helicóptero em uma área afastada da cidade de Presidente Prudente, no interior de São Paulo. A aeronave transportava 500 quilos de cocaína e é avaliada em R$ 4 milhões. Após um ano de investigação, os policiais conseguiram mapear o trajeto feito pelo grupo e prenderam os traficantes. A operação, chamada de Flying Low (voando baixo em inglês) da Polícia Federal, afirma que a organização criminosa buscava a droga no Paraguai e a levava para o Estado de São Paulo.

Leia mais  Justiça acata denúncia do MP e ex-diretores do Aeroclube viram réus

De acordo com a Polícia Rodoviária, em Boituva, com os três supeitos presos de integrar a quadrilha foram apreendidos cinco celulares e a quantia de R$ 8,9 mil em dinheiro. A polícia afirma que um dos homens presos seria o piloto do helicóptero apreendido ontem pela manhã com meia tonelada de cocaína, e que os outros dois um atuaria como batedor e o outro suspeito seria um dos traficantes.

Ainda de acordo com a polícia, os três homens presos em Boituva estavam em dois carros, sendo um veículo Volkswagen Amarok na cor branco e o outro um Honda HRV vermelho. Os policiais disseram também que montaram um bloqueio na praça de pedágio da Rodovia Castelo Branco, em Boituva, após monitorar as placas dois dois carros usados pelos integrantes da quadrilha, que conseguiram fugir durante a ação de apreensão do helicóptero carregado com droga, em Presidente Prudente.

Leia mais  Motociclista morre após bater em caminhão em rodovia de Itapetininga

Com os dois detidos na aeronave foram apreendidos arma e dinheiro em espécie. Além de 20 policiais federais, a Flying Low teve o apoio aéreo do Comando de Aviação Operacional (Caop) da PF e da Polícia Militar do Estado de São Paulo. Em Boituva, seis policiais rodoviários participaram da ação. (Da Redação)

Comentários