Sorocaba e Região

Polícia prende acusado de aplicar o golpe do bilhete premiado em Sorocaba

O homem foi identificado e detido pelos policiais na região do bairro Campolim
Polícia prende acusado de aplicar o golpe do bilhete premiado em Sorocaba
Durante a ação no bairro Campolim, foram apreendido dólares, celulares e cartões de créditos. Crédito da foto: Divulgação / Polícia Civil de Sorocaba (21/5/2020)

A Polícia Civil de Sorocaba prendeu, nesta quinta-feira (21), um homem de 43 anos acusado de aplicar o golpe do bilhete premiado. Ele foi identificado na região do bairro Campolim.

Momentos antes da abordagem, os polícias civis notaram que o homem estava apreensivo e aparentemente aguardando outra pessoa. Ao perceber a chegada dos agentes, ele tentou fugir para se livrar da prisão, porém foi alcançado e detido.

​​A vitima, uma senhora de 63 anos, narrou ter sido abordada pelo homem. Ele teria se identificado como médico e informou possuir um bilhete premiado. No entanto, precisava “levantar” um dinheiro rápido. Dessa forma, trocaria tal aposta pela quantia de R$ 20 mil. Com a chegada dos policiais, o golpe foi evitado.

Passagens pela Polícia

​​O investigado é mineiro, da cidade de Nanuque. Segundo os agentes do 3º Distrito Policial, ele tem diversas passagens pelo crime de estelionato e formação de quadrilha.
​​
Em março do ano passado, ele foi preso pelos policiais civis da Delegacia de Roubos a Banco / Depatri Minas Gerais pela prática do mesmo crime. ​​A Policia Civil trabalha agora para identificar possíveis comparsas, uma vez que uma mulher estaria atuando juntamente com o acusado.

Apreensão de dólares

​​Durante a ação no bairro Campolim, foram apreendido dólares, celulares e cartões de créditos. O indivíduo foi conduzido ao 3º Distrito Policial, onde foram realizados os trabalhos de Polícia Judiciária. Em seguida, ele foi encaminhado ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de Sorocaba.

Leia mais  Jovem de São Roque recebe diagnóstico errado de covid-19 e teme ter contaminado família


A Polícia Civil pede que as pessoas que foram vítimas de casos semelhantes procurem a chefia dos investigadores do 3º Distrito Policial. O objetivo também é tentar identificar outros autores do crime.

O 3º Distrito Policial fica na avenida Mario Campolim, 295, no bairro Campolim, em Sorocaba. (Da Redação)

Comentários