Sorocaba e Região

Polícia investiga motivo da briga de idoso que matou filha em Sorocaba

Delegacia de Defesa da Mulher ouve testemunhas e familiares para apurar o crime
O idoso está internado no Conjunto Hospitalar de Sorocaba. Crédito da foto: Fábio Rogério

Atualizada às 12h10

A Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) investiga a causa da briga familiar que terminou com a morte de uma mulher de 43 anos, na noite desta quarta-feira (18), em Sorocaba. De acordo com a polícia, o idoso de 71 anos, apontado como principal suspeito de ter matado a própria filha estrangulada, foi internado no Conjunto Hospitalar de Sorocaba (CHS) após tentar cometer um suicídio.

De acordo com a delegada Veraly Ferraz, da DDM, testemunhas estão sendo ouvidas para identificar os motivos da briga. “Conversamos com um familiar hoje por telefone, que informou que a vítima tinha um diagnóstico psiquiátrico e o pai possivelmente teria tido um surto, já que a mãe da vítima está internada por conta de um infarto e essa situação mexeu muito com a família”, explica.

Leia mais  AME de Sorocaba atende como hospital de campanha

A declaração poderia afastar, na visão da polícia, a possibilidade de a briga ter sido motivada por partilha de bens, situação cogitada durante o registro do Boletim de Ocorrência (BO). “Ainda está muito recente e estamos buscando entender exatamente o que aconteceu com muito cuidado”, afirma.

Segundo o boletim de ocorrência, os policiais militares foram até a residência que fica no Jardim Bandeirantes, bairro próximo ao Jardim Astro, após serem acionados por conta da discussão. No local, encontraram a vítima Patrícia Luiza Ongaratto já sem vida no chão da cozinha, segundo o histórico do BO.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionado e constatou o óbito por estrangulamento. Além disso, os policiais também localizaram o lado do corpo um pano ensanguentado.

Ainda de acordo com o registro policial, o idoso estava desorientado e não conseguia responder o que os policiais perguntavam. Ele foi atendido pelo Resgate do Corpo de Bombeiros sem camiseta, ensanguentando e com diversas perfurações de faca no tórax.

Leia mais  Arrecadação tributária cresce 11,08% no 1º trimestre em Sorocaba

O suspeito foi levado até o Conjunto Hospitalar de Sorocaba (CHS) onde foi internado sedado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e passou por exames. Nesta quinta-feira (18), ele foi transferido para o quarto e segue sob escolta policial. O homem ainda não foi ouvido pela DDM.

A perícia da Polícia Científica foi acionada e compareceu ao local do crime. O corpo da vítima foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) e o sepultado está previsto para esta quinta-feira (18), às 15h30, no cemitério de Aparecidinha. (Da Redação)

Comentários
Assuntos