Sorocaba e Região

Polícia esclarece homicídio de jovem desaparecida em Salto

Autor do crime foi morto dias após corpo da vítima ser encontrado carbonizado
Delegados de Polícia Rodrigo Ayres, Wilson Negrão, Wesley de Paula e Fábio Martelini em coletiva de imprensa
Delegados deram detalhes sobre o caso em coletiva de imprensa nesta quarta-feira. Crédito da Foto: Vinicius Fonseca (29/07/2020)

 

A Polícia Civil de Salto esclareceu a morte de uma jovem de 18 anos ocorrida no dia 6 de julho no município. O caso foi apresentado à imprensa na manhã desta quarta-feira (29), na Delegacia Seccional de Sorocaba.

Segundo a Polícia Civil, Priscila Martins tinha sido dada como desaparecida pela família no dia 13 de julho e uns dias antes, dia 8, um corpo foi encontrado carbonizado na Estrada do Guarujá, na zona rural de Salto.

A Polícia Civil afirma que as investigações apontaram que o corpo encontrado carbonizado é da jovem que estava desaparecida.

Investigações

De acordo com a polícia, ela teria sido morta por um homem de 41 anos chamado Alécio Ferreira Dias, que é considerado o principal suspeito do crime.

Ainda conforme as investigações, Alécio foi encontrado morto a tiros no dia 13 de julho último. A polícia já estava prestes a pedir a prisão dele pela suspeita do crime.

Leia mais  Urbes publica alteração de contrato no sistema de transporte público

A Polícia Civil de Salto disse ainda que a investigação teve acesso ao celular da vítima e de Alécio, que mostraram trocas de mensagens entre eles. Segundo a polícia, no dia do crime ele teria passado na casa de Priscila e pegado ela. Imagens conseguidas pela investigação também revelaram que o veículo dele passou pelo local do crime.

Além disso, objetos encontrados na cena do crime e também no carro do suspeito, que foi periciado, mostram a relação de Alécio como possível autor do crime.

No carro dele a polícia afirma que encontrou uma faca, com marcas que seriam de sangue, um rolo de arame semelhante ao encontrado no corpo da vítima, e ainda um galão com cheiro de combustível.

Sobre a morte de Alécio, a Polícia Civil de Salto afirma que as investigações ainda estão em andamento e por conta do sigilo não pode dar mais informações a respeito.

Leia mais  Plantão da Caixa abre oito agências na região de Sorocaba neste sábado

A polícia acredita que ele possa estar envolvido em outros crimes ocorridos em Salto contra mulheres. (Ana Cláudia Martins)

Comentários