Sorocaba e Região

Polícia encontra estufa com mais de mil pés de maconha em Araçoiaba

Quatro pessoas foram presas e uma detida
A plantação tinha mais de mil pés de maconha. Crédito da foto: Divulgação/ Polícia Civil

A Polícia Civil encontrou uma estufa com cerca de mil pés de maconha no bairro Cercado, na zona rural de Araçoiaba da Serra, na manhã desta quarta-feira (6). A plantação ficava em um sítio. Quatro pessoas foram presas e uma detida. As prisões e a apreensão da droga foram efetuadas durante a Operação Ceres. O objetivo da ação é combater o tráfico de entorpecentes.

Segundo a delegada responsável pelo caso, Márcia Pereira Cruz, da Delegacia de Itu, a polícia descobriu o local após uma denúncia. As investigações começaram há cerca de três meses. Na ocasião, uma pessoa foi presa por tráfico e revelou a existência de uma plantação de maconha na área rural da cidade. Policiais de Itu, Salto e Pilar do Sul participaram dos trabalhos.

A estufa tinha toda a estrutura para o cultivo da droga. Crédito da foto: Divulgação/ Polícia Civil

Com essa informação, os investigadores iniciaram as buscas. Após descobrirem a localização da estufa, passaram a monitorar a rotina do sítio. Durante a apuração, também receberam informações sobre o cotidiano e o funcionamento do local. A partir desses detalhes, foi possível montar a operação para acabar com a plantação e prender os envolvidos.

Leia mais  Sorocaba totaliza 28.024 recuperados e 29.099 casos da Covid-19

Nesta quarta (6), os policiais observaram o local, quando um homem saiu em um carro e foi detido. A polícia apura se ele atuava com uma espécie de “olheiro” dos responsáveis pela plantação. Dentro do veículo, foram encontradas porções de maconha.

Dentro da casa, os policiais encontraram pés de maconha em fase de secagem. Crédito da foto: Divulgação/ Polícia Civil

Outras quatro pessoas foram presas. Se atuadas, ela vão responder por associação e tráfico de drogas.

No interior do sítio, foi localizada a estufa. Conforme a delegada, o local contava com toda a estrutura necessária para o cultivo da droga, como sistemas de iluminação, irrigação e ventilação. Já na casa, a polícia achou diversos pés de maconha em fase de secagem. Os processos de preparo do entorpecente, conta Márcia, ocorriam de forma divida, em todos os cômodos da residência.

Após a preparação, afirma Márcia, a droga era vendida nas cidades da região.

Leia mais  PcDs protestam contra fim da isenção do IPVA

O caso está sendo apresentado na Delegacia de Itu. (Da Redação) 

 

 

 

 

 

Comentários