Sorocaba e Região

Parques são opção de passeio durante a pandemia

Contato com a natureza e poder evitar aglomerações motivam os sorocabanos a frequentar os locais
Parques são opção para sair de casa
As árvores e o lago do Parque do Paço, no Alto da Boa Vista, ajudam a relaxar, afirmam os visitantes. Crédito da foto: Fábio Rogério (20/11/2020)

Com a pandemia da Covid-19, os passeios nos shoppings, as visitas aos amigos, os encontros com os parentes, idas a restaurantes, entre outros programas, têm sido evitados por muitas pessoas. Apesar da flexibilização das medidas restritivas e da reabertura de diversos locais, alguns ainda têm receio do contágio pelo novo coronavírus e estão mais cautelosos quanto aos passeios em lugares com aglomerações.

Por isso, os parques são alternativa para quem deseja sair de casa, mas com segurança. Em Sorocaba, várias famílias aproveitaram o feriado do Dia da Consciência Negra, celebrado na sexta-feira (20), nos parques municipais.

Parques são opção para sair de casa
Cecília e Enéas estiveram no parque existente no entorno da Prefeitura. Crédito da foto: Fábio Rogério (20/11/2020)

A dona de casa Cecília Martins, 49 anos, passou a tarde no Parque do Paço, com o marido Enéas Martins, 65 anos, e a neta Marcela, 10 anos. O local foi escolhido por ser um ambiente aberto e sem aglomeração. Ela conta que a família contraiu a Covid-19 em setembro. Essa é a primeira vez que saem de casa depois de curados. “Nós suspeitamos que fomos contaminados pela minha sobrinha. Ela precisa pegar ônibus e toma todos os cuidados necessários. Talvez ela não tenha higienizado as mãos direito e acabou tocando o rosto, pode ser isso. Ficamos doentes todos ao mesmo tempo”, conta Cecília. Uma semana após o contato com a sobrinha, que não sabia estar contaminada, a família começou a manifestar os sintomas do vírus. Poucos dias depois, foram diagnosticados com a Covid-19.

Leia mais  Filhote de anta albina rara é resgatada desnutrida em Piedade
Parques são opção para sair de casa
Dinalva e o marido Clodoaldo gostam de conectar-se com a natureza. Crédito da foto: Fábio Rogério (20/11/2020)

A funcionária pública Dinalva Tamião, 41 anos, também estava no Parque do Paço com o marido Clodoaldo, 46 anos. Ela diz sempre ir a parques quando tem oportunidade. O que atrai Dinalva a estes lugares é a conexão com a natureza e o ambiente saudável. “Aqui o ar é mais puro, tem espaço. Já os shoppings são lugares fechados, tem a questão do ar-condicionado e muitas pessoas juntas, o que não é bom” explica a funcionária pública. Ela conta ainda que busca respeitar ao máximo as medidas de proteção contra o coronavírus, mas, às vezes, tem que sair para ir a supermercados.

Parques são opção para sair de casa
Robson levou o filho Murilo, de 3 anos, para andar de bike no Parque das Águas. Crédito da foto: Fábio Rogério (20/11/2020)

O projetista mecânico Robson Futema, 43 anos, levou o filho Murilo, 3 anos, para passear no Parque das Águas durante a tarde do feriado. Futema está em isolamento social desde o início da pandemia e foi a primeira vez que saiu para parques desde então. “Meu filho estava andando de bicicleta dentro de casa, ele queria brincar. Tive que abrir mão um pouquinho e vir passear com ele” conta. Robson notou que o parque estava bem vazio em comparação com a última vez em que esteve lá, antes da pandemia. (Wilma Antunes – programa de estágio / Supervisão: Cida Vida)

Comentários