Sorocaba e Região

Pais denunciam rachaduras em prédio de escola no Ipanema Ville

Vídeos feitos por pais de alunos da unidade mostram os problemas em várias paredes da fachada da escola
Pais denunciam rachaduras em prédio de escola
EM Leda Therezinha Borghesi, no Jardim Ipanema Ville, apresenta fissuras e trincas nas paredes; Sedu diz que laudo demonstrou que não há nenhum risco de desabamento. Crédito da foto: Cortesia

Fissuras e trincas na escola municipal Leda Therezinha Borghesi, no Jardim Ipanema Ville, zona norte de Sorocaba, têm sido alvo de preocupação para pais de alunos e alunos que frequentam a unidade escolar. Na terça-feira (22), a Defesa Civil esteve no local. A situação também foi tema de discussão durante a sessão da Câmara de Sorocaba na mesma data. Um requerimento chegou a ser apresentado com questionamentos ao Executivo sobre o caso.

Vídeos feitos por pais de alunos da unidade mostram os problemas em várias paredes da fachada da escola. O material também aponta que um dos vitrôs estaria entortando em virtude do fato. Salas de aula também estariam passando por problemas, segundo os vídeos.

‘Cismei que tinha alguma coisa errada quando os professores mudaram as crianças de sala. Aí, fui mais a fundo e descobri que estava até envergando a janela‘, conta Leandro Fernandes, que tem uma filha na unidade de educação. ‘É um descaso. São crianças que estão ali. Têm riscos‘, diz. Ele foi um dos primeiros pais que descobriu o problema e fez a denúncia.

Leia mais  Geração de emprego ajuda eleição de Kéke
Pais denunciam rachaduras em prédio de escola
Crédito da foto: Cortesia

O vereador Vitão do Cachorrão (MDB) também esteve na unidade escolar na terça-feira. Foi o parlamentar que apresentou o requerimento sobre a situação. Ele pedia vistoria técnica para a unidade. No documento, há a informação de que a direção da escola informou sobre problemas na unidade no mês de junho deste ano.

Laudo da Sedu

A Secretaria da Educação (Sedu) informou que não haverá dispensa de aula na unidade escolar. “Profissionais da Secretaria de Conservação, Serviço e Obra (Serpo) e da Defesa Civil estiveram nesta terça-feira (22) na unidade, a fim de avaliar a situação. De acordo com o laudo da Serpo, há alguns pisos soltos e as trincas são referentes à junta de dilatação”, diz a pasta.

O laudo aponta, também, conforme a Sedu, que não há nenhum risco de desabamento. “A Sedu avaliará questões orçamentárias para solicitar uma reforma geral nos pisos”, informa. (Marcel Scinocca)

Comentários