Sorocaba e Região

Operação de combate à pedofilia na internet cumpre mandados em Sorocaba e Itu

Ação Luz na Infância é deflagrada em 10 estados brasileiros e em mais quatro países
Polícia indicia homem acusado de mais três estupros na Capital
A operação Luz na Infância é deflagrada pela Polícia Civil e pelo Ministério da Justiça (MJ). Crédito da foto: Divulgação/ Governo do Estado de São Paulo

A 7ª fase da Operação Luz na Infância cumpre sete mandados de busca e apreensão em Sorocaba e Itu, na manhã desta sexta-feira (7). O objetivo é identificar autores de crimes de abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes. A ação é realizada pelo Ministério da Justiça (MJ) e pela Polícia Civil.

Na região de Sorocaba, os trabalhos são conduzidos por policiais do 3º, 4º e 8º Distritos Policiais (DPs). Até o momento, na cidade, foram apreendidos computadores, celulares e pen-drives, informa o delegado Acácio Aparecido Leite, titular do 8º DP.

Ao todo, são cumpridos 137 mandados de busca e apreensão, em dez estados, bem como em mais quatro países. Os alvos serão endereços em Alagoas, Ceará, Goiás, Mato Grosso, Pará, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo. Há também frentes de ação na Argentina, Panamá, Paraguai e nos Estados Unidos (EUA). Segundo o ministério, nos EUA, há medidas sendo cumpridas nas cidades de Knoxville, Nashville, Dallas, Raleigh e Pittsburgh.

Leia mais  Acidente entre carro e moto deixa uma pessoa ferida em Sorocaba

Legislação

No País, a legislação prevê pena que varia de um a quatro anos para quem armazena conteúdo envolvendo abuso sexual de crianças e adolescentes. O compartilhamento de materiais desse tipo pode resultar em penas de três a seis anos e, no caso de produção de conteúdo relacionado a crimes de exploração sexual, a pena varia de quatro a oito anos de prisão. (Da Redação, com Agência Brasil) 

Comentários