Sorocaba e Região

Operação conjunta prende três pessoas no Carandá, em Sorocaba

Foram apreendidas drogas e máquinas caça-níqueis
Ao todo foram empregadas 15 viaturas na operação. Crédito da foto: Divulgação / Polícia Militar

Uma operação conjunta entre as polícias Civil e Militar prendeu três pessoas no Carandá, em Sorocaba, na manhã desta quarta-feira (18). Também foram apreendidos três tijolos de maconha e centenas de porções da droga, além de duas máquinas caça-níqueis.

Segundo o delegado assistente da Delegacia Seccional de Sorocaba, Rodrigo Ayres, a operação foi realizada após troca de informações entre a unidade especializada e a PM. Foram cumpridos cinco mandados de busca autorizados pela Justiça.

Parte da maconha foi encontrada no carro de um dos alvos, um Citroen C4, que foi apreendido. O restante estava em um trailer anexo à residência de outro acusado. Além da droga, foram localizados apetrechos usados no tráfico, como uma balança de precisão.

O comandante do 7º Batalhão da Polícia Militar do Interior (BPMI), Sidney Roberto Vieira Gomes, informou que as máquinas de jogos de azar estavam em um estabelecimento comercial do bairro. Uma moto também foi apreendida por estar em situação irregular.

Presos

Dois homens foram detidos em flagrante por estarem com a posse dos entorpecentes. Eles responderão por tráfico de drogas e devem passar por audiência de custódia. Segundo a Dise, a dupla é ligada a uma facção criminosa e ambos tinham antecedentes criminais.

O terceiro homem detido estava procurado pela Justiça e foi recolhido ao sistema prisional. Não foi divulgado por qual crime ele estava foragido.

Sidney Roberto Vieira Gomes, da PM, e Rodrigo Ayres, da Polícia Civil. Crédito da foto: Vinícius Fonseca

Operação conjunta

O delegado Rodrigo Ayres destacou que essa operação abriu uma série de ações conjuntas entre as duas instituições. A colaboração é uma das metas dos novos comandos tanto da Polícia Civil quanto da Polícia Militar.

Segundo o comandante Sidney Vieira, para a ação no Carandá foram empregadas 15 viaturas e 50 policiais militares. O objetivo do reforço foi preservar os agentes e também a integridade dos moradores do local.

Comentários