Covid-19 Sorocaba e Região

Ocupação dos leitos públicos de UTI Covid em Sorocaba segue acima de 80%

Índices registrados em Sorocaba continuam piores do que as médias da Grande São Paulo e do Estado
Combate à Covid ganha mais leitos e taxa de ocupação cai
Hospital Regional de Sorocaba Adib Domingos Jatene, em Sorocaba. Crédito da foto: Fábio Rogério / Arquivo JCS (2/4/2018)

A disponibilidade dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) pactuados para pacientes de novo coronavírus (Covid-19) em Sorocaba continua crítica neste sábado (20). Os índices de ocupação na rede pública estão acima de 80% nos três hospitais de referência.

De acordo com o censo de vagas divulgado pela Secretaria da Saúde (SES), na Santa Casa, que recebe pacientes residentes em Sorocaba, há 28 pacientes em 30 leitos pactuados (ocupação de 93,3%).

Leia mais  Região de Sorocaba é a mais crítica do Estado em leitos de UTI Covid

 

Nos hospitais referenciados para as 48 cidades do Departamento Regional de Saúde de Sorocaba (DRS-16), o Adib Jatene (Novo Regional) tinha seis leitos vagos dos 30 (ocupação de 80%) e no Conjunto Hospitalar de Sorocaba (CHS) os dez leitos estavam ocupados. Todos os pacientes eram adultos.

O hospital de campanha, que tem dois leitos de estabilização, tinha um paciente (50% de ocupação). No Gpaci, um paciente menor de 18 anos estava internado na UTI e outras sete vagas estavam disponíveis (12,5% de ocupação).

Rede privada

Na rede privada, dois hospitais registraram aumento de ocupação entre a sexta-feira (19) e o sábado: o hospital Samaritano, onde os 13 leitos de UTI pactuados para Covid-19 foram ocupados (100%), e no hospital Unimed, onde havia 11 pacientes internados em UTI e quatro leitos livres (73,33% de ocupação).

No Evangélico, dos 10 leitos, seis tinham pacientes (60%).

Estado

Os índices de ocupação de leitos de UTI registrados neste sábado (20) em Sorocaba continuam piores do que as médias da Grande São Paulo, de 70,5%, e no Estado, de 66,5%.

Leitos clínicos

Já a ocupação dos leitos clínicos, na rede pública, era a seguinte: 100% no Adib Jatene (Novo Regional), com 15 pacientes adultos; 80% na Santa Casa, com oito pacientes adultos; 50% no hospital de campanha, com 20 pacientes adultos; e um paciente menor de 18 anos no Gpaci (3,84%).

Na rede privada, com adultos: 75% no hospital Unimed, com 18 pacientes; 57,14% no Evangélico, com oito pacientes; e 30,76% no Samaritano, com oito pacientes. (Da Redação, com informações da Prefeitura de Sorocaba)

Comentários