fbpx
Sorocaba e Região

Inauguração do novo viaduto em Sorocaba é adiada por mais um mês

Obra ligará as ruas João Wagner Wey e Augusto Lippel, na rodovia Raposo Tavares
Novo viaduto tem a inauguração adiada
As chuvas atrasaram as obras, segundo a Prefeitura. Crédito da foto: Fábio Rogério / Arquivo JCS (10/12/2018)

O viaduto que ligará as ruas João Wagner Wey e Augusto Lippel, na rodovia Raposo Tavares, teve sua entrega adiada por mais um mês. Inicialmente, a previsão de conclusão das obras era para o final de fevereiro deste ano, sendo adiada para o final de março e agora, segundo a Prefeitura de Sorocaba, a conclusão ficou para maio. “A expectativa para entrega que foi prevista para o mês de março deixou de ser atendida devido o volume de chuvas superior ao calculado para a época”, informou a administração municipal.

Além do viaduto, segundo a Prefeitura, a rotatória na rua Augusto Lippel também não está finalizada. Sobre o viaduto, a Secretaria de Comunicação e Eventos (Secom) informou por meio de nota que neste momento falta a conclusão das cabeceiras que fazem a ligação com a rua. A nova data de inauguração, segundo a pasta, pode ser alterada, já que “depende de situações climáticas e outras que porventura possam atrasar o ritmo dos trabalhos”.

Leia mais  Base do viaduto da rua João Wagner Wey na Raposo deve receber vigas e lajes

 

Construído pela MRV Engenharia, a partir de uma medida mitigatória para compensar a geração de tráfego provocada pela implantação de um conjunto de apartamentos no Jardim São Carlos, o viaduto ganhará o nome de Zuleika Sucupira Kenworth. Conforme a Prefeitura, a construção do viaduto tem o objetivo de levar fluidez ao trânsito de Sorocaba, na região do Campolim e Jardim São Carlos diante do adensamento imobiliário naquela região.

De acordo com a Secom, por tratar-se de obra mitigadora, qualquer alteração no custo é de total responsabilidade da empresa que cumpre a medida. Questionada sobre o custo da obra, a Prefeitura informou que, por ser de responsabilidade de empresa privada, será necessário “aguardar a conclusão dos trabalhos para conhecer o valor do investimento”. (Da Redação)

Comentários