Buscar no Cruzeiro

Buscar

Novas creches com gestão compartilhada são abertas em Sorocaba

09 de Março de 2019 às 09:31
Ana Claudia Martins [email protected]uzeiro.com.br

Novas creches com gestão compartilhada são abertas O custo por aluno na gestão compartilhada é bem menor que com a gestão municipal - Foto: Emidio Marques (10/12/2018)

O custo mensal por aluno na gestão compartilhada é 57,83% menor do que o gasto mensal por aluno na gestão municipal. A informação é da Prefeitura de Sorocaba. Segundo a Secretaria de Educação de Sorocaba (Sedu), o custo mensal por aluno na gestão do município é de R$ 1.020,18, contra R$ 590 na gestão compartilhada.

Com base na economia, a Sedu segue inaugurando creches neste novo sistema para suprir a falta de vagas na cidade. Só neste mês, três Centros de Educação Infantil (CEIs) já foram inaugurados e totalizam 400 vagas. As três unidades inauguradas estão instaladas em antigos prédios da Oficina do Saber nos bairros Ana Paula Eleutério (Habiteto), Jardim Rodrigo e Jardim Montreal.

Atualmente, a educação infantil no município conta com 27.744 vagas, sendo apenas 1,44% no sistema de gestão compartilhada. A meta da Sedu é zerar as filas de espera por vagas em creches até 2020.

Além dos três CEIs inaugurados, outros 10 também deverão funcionar ao longo deste ano em prédios das Oficinas do Saber que passam por adaptação, totalizando 13 CEIs no regime de gestão compartilhada. No novo sistema, as unidades são administradas por entidades que atendem aos requisitos do edital de chamamento publicado pela Prefeitura de Sorocaba no mês passado.

Segundo a Prefeitura de Sorocaba, ao longo de 2019 está prevista a construção de mais 20 unidades, totalizando 33 com gestão compartilhada. No último dia 18, a Prefeitura de Sorocaba publicou a contratação da empresa RVV Construções, por R$ 2,3 milhões, para a construção de mais uma escola de educação infantil.

[irp posts="80891" ]

 

Segundo a Sedu, as obras começam ainda este mês com previsão de término para agosto próximo. A unidade será construída no Jardim Isabel. O número de vagas oferecidas não foi informado. “A previsão é para que a gestão da unidade seja por meio de parcerias com Organizações de Sociedade Civil (OSC). Neste momento a equipe técnica da Sedu segue o cronograma de análise para credenciamento”, disse a pasta.

Cinco unidades escolares que estão em construção irão atender os bairros do Carandá e Altos do Ipanema. De acordo com a Sedu, as inaugurações de creches com gestão compartilhada devem suprir toda a demanda reprimida que é de mais de mil crianças. Já as 20 unidades que serão construídas somarão espaço para 8.909 crianças.

Unidades inauguradas

A Prefeitura inaugurou nesta sexta-feira (8) a 3ª creche num período de duas semanas. A unidade inaugurada foi o Centro de Educação Infantil (CEI-117) intitulada Nathália Orejana, no Jardim Rodrigo, na zona norte da cidade. A unidade atende a 150 crianças e vai zerar vagas em etapas de creche 1 e 2. O CEI-117 contará com a parceria do Centro de Orientação e Educação Social (Coeso), instituição que atua há 19 anos com especialização em crianças de um a cinco anos.

Durante o processo seletivo para recrutamento e seleção de novos funcionários, a Coeso recebeu mais de dois mil currículos. Foram elaboradas dinâmicas, entrevistas e seleção dos currículos para análise psicológica.

Já o CEI-116 Professora Maria José Vieira Stecca, que atenderá 150 crianças, foi inaugurado no último dia 18, no Jardim Montreal. A unidade será administrada pelo Centro Educacional Apascentai de Ação Social, instituição fundada em 2007 e parceira do município desde 2009.

E a CEI-115 Marilene de Campos Bernardes Fogaça, que fica no Conjunto Habitacional Ana Paula Eleutério (Habiteto), foi inaugurada no último dia 11, e será administrada pela entidade Deus Menino, que já tem experiência em educação infantil por meio de trabalho realizado no Jardim São Camilo.