Buscar no Cruzeiro

Buscar

Sorocaba

Motociclista que atropelou criança no Wanel Ville responderá em liberdade

Apesar de ter omitido socorro na hora do acidente, apresentação espontânea e falta de requisitos para pedir prisão permitem que ele responda em liberdade

04 de Outubro de 2021 às 14:23
Da Redação [email protected]
A criança recebeu alta nesta sexta-feira (1º).
A criança recebeu alta nesta sexta-feira (1º). (Crédito: Cortesia)

O homem que atropelou uma criança de 6 anos, no bairro Wanel Ville – zona oeste da cidade – na terça-feira (28), se apresentou à polícia na tarde da última sexta-feira (1º) e responderá em liberdade.

De acordo com a delegada Fernanda Ueda, não estão presentes requisitos para pedir a prisão do acusado, principalmente, porque houve a apresentação espontânea por parte do autor, junto ao advogado de defesa.

O autor tem 19 anos, possui habilitação e admitiu ter atropelado a criança. Em sua versão, o motociclista disse que agiu para desviar da avó e não viu a criança ao lado. Ele também apresentou o veículo envolvido no caso, o qual será submetido à perícia. A velocidade em que o motociclista estava no momento do atropelamento depende de análise pericial, sem data para conclusão.

Conforme a delegada, ele responderá por lesão corporal culposa com aumento de pena em razão da omissão de socorro, podendo chegar a 3 anos.

Relembre o caso

O atropelamento aconteceu na noite de terça-feira (28), na rua Valdomiro Ferraresi. Nando Ricardo Matias estava com a avó, Aparecida Matias da Costa, 74 anos, quando foi atingido pela moto. O motociclista fugiu do local sem prestar socorro.

Um motorista, que passava pela rua no momento do acidente, foi quem prestou socorro e levou a criança e a mãe a um hospital particular de Sorocaba. “Ele estava tão rápido que não vi ele, quando olhei, meu neto já havia sido atropelado e arremessado para longe”, conta.

A criança quebrou o fêmur, a tíbia e teve traumatismo craniano. Após a cirurgia, permaneceu em observação na UTI, em estado considerado estável. Ela recebeu alta hospitalar na tarde da última sexta-feira (1º). Ainda segundo a avó, a criança está se recuperando bem, mas assustada com o ocorrido, “Ele tem ansiedade e não quer ficar sozinho, muito menos falar com estranhos”. Nesta segunda-feira (4), ele passará por um exame de corpo de delito, no IML.