Buscar no Cruzeiro

Buscar

Dose de reforço

Votorantim começa a aplicar 3ª dose em profissionais da saúde

A imunização está sendo feita no Hospital Municipal Dr. Lauro Roberto Fogaça

04 de Outubro de 2021 às 12:35
Da Redação [email protected]
Para essa dose adicional, é preciso o intervalo mínimo de seis meses (180 dias), orientado pelo Governo do Estado de São Paulo
Para essa dose adicional, é preciso o intervalo mínimo de seis meses (180 dias), orientado pelo Governo do Estado de São Paulo (Crédito: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

Os profissionais de saúde do Hospital Municipal Dr. Lauro Roberto Fogaça começaram a receber a dose adicional da vacina contra a Covid-19. O trabalho teve início nesta segunda-feira (4) com a imunização de todos os funcionários, os quais atuam na linha de frente no combate ao coronavírus.

A aplicação da dose adicional em profissionais de saúde teve início nesta segunda-feira em todo o estado de São Paulo. O anúncio havia sido feito na semana passada pelo governador João Doria.

As doses adicionais são aplicadas com base nos intervalos de tempo mínimos após a segunda dose ou conclusão do esquema vacinal – de pelo menos seis meses para quem tem 60 anos ou mais, e ao menos 28 dias para os adultos com imunossupressão. Todos os imunizantes disponíveis na rede pública de saúde são seguros, eficazes e podem ser utilizados nesta iniciativa.

Nesta segunda-feira, a vacina começou a ser aplicada nos profissionais de plantão. O trabalho terá sequência nos próximos dias até essa população-alvo ter recebido a dose extra.

A Secretaria de Saúde dará sequência ao trabalho, na quinta-feira (7), no Hospital Santo Antonio. No dia 13 será a vez dos funcionários da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Jataí.