Buscar no Cruzeiro

Buscar

Covid-19

Sorocaba ultrapassa 2.500 mortes por Covid

14 de Julho de 2021 às 00:01
Marcel Scinocca [email protected]
Coronavírus em Sorocaba.
Coronavírus em Sorocaba. (Crédito: Arte JCS)

Sorocaba ultrapassou ontem (13) 2.500 mortes provocadas pela pandemia do novo coronavírus, chegando a 2.526. A cidade também registrou 41 novos óbitos, o maior número nos últimos 30 dias. A média de mortes no período da pandemia também aumentou. A cidade também é a 24ª do Brasil em número de mortos pela Covid-19.

São 473 dias de pandemia, considerando a primeira morte -- não o primeiro caso --, em 28 de março de 2020. Com isso, a média diária de morte é de 5,3 óbitos desde o primeiro registro. A média aumentou em 7 de junho -- quando chegou a duas mil mortes -- para cá, quando era de 4,6 mortes por dia. Vale lembrar que esses números são variavéis, sendo que há datas em que não há registro de mortes, enquanto que em outras, são dezenas de óbitos, como em 5 de abril, quando foram notificadas 62 mortes.

Para registrar as primeiras 500 mortes, em Sorocaba, foram necessários 286 dias. Esse número ocorreu em 7 de dezembro de 2020, com média de 1,7 mortes por dia. Na sequência, para chegar a mil mortes, foram necessários mais 78 dias, com média de 6,4 mortes por dia. A cidade atingiu 1.500 em 20 de abril de 2020. Ou seja, foram necessários apenas 25 dias para o registro de mais 500 mortes. Nesse caso, a média foi de 20 mortes por dia. Foi o período mais crítico da pandemia até agora, a chamada segunda onda.

Entre 21 de abril e 7 de junho deste ano, a cidade registrou mais 500 mortes, chegando a marca de dois mil óbitos. Nesse caso, foram 48 dias para ocorrer essas 500 mortes, com média de 10,4 mortes por dia. Entre 8 de junho e 13 de julho, na chamada terceira onda, a cidade registrou mais 500 mortes. A média foi de 13,8 mortes, em 36 dias.

24ª em mortes

De acordo com levantamento feito com base em informações das secretarias de saúde, Sorocaba é a 24ª cidade do Brasil com o maior número de mortes pela Covid-19. O município está entre Natal (RN) e Teresina (PI). Com menos habitantes, Sorocaba tem mais mortes que São Luis (MA), Osasco e Uberlândia.

Sobre as novas mortes

Dentre as 41 novas mortes registradas ontem, 16 não tinham fatores de risco para o novo coronavírus. Entre as demais, diabetes, cardiopatia e hipertensão predominavam em 20 vítimas. Do total de vítimas, 13 óbitos foram registrados na rede particular de saúde. Entre os óbitos da rede pública, cinco foram em unidades de urgência e emergência. As mortes ocorreram entre 17 de maio e 12 de julho. Seis mortes ocorreram na cidade de São Bernardo do Campo. Em Sorocaba, ainda há dois óbitos em investigação. A taxa de letalidade na cidade é de 3,3%, abaixo da taxa estadual, que é de 3,4%, porém, acima da taxa nacional, que é de 2,8%.

A cidade ainda registrou aumento do número de recuperados da Covid-19 ontem, chegando ao total de 72.613. Já, os casos confirmados com a doença passaram de 75.758 para 75.869 na cidade. Ao menos 542 estavam em recuperação. O número de pessoas com suspeita de contaminação pelo coronavírus e que aguardam resultados subiu de 812 para 914. O número de descartados por resultados negativos da doença aumentou para 138.302. (Marcel Scinocca)