Buscar no Cruzeiro

Buscar

Pandemia

Internações por Covid-19 seguem em queda na rede de saúde de Sorocaba

A fila de espera também apresentou redução, com apenas uma pessoa aguardando vaga em UTI

10 de Julho de 2021 às 00:01
Marcel Scinocca [email protected]
Boletim epidemiológico atualiza os números da infecção em Sorocaba
Boletim epidemiológico atualiza os números da infecção em Sorocaba (Crédito: Arte JCS)

A tendência de queda na ocupação nos leitos Covid de rede de saúde de Sorocaba foi mantida nesta sexta-feira (9), conforme as informações do boletim epidemiológico, divulgado pela Secretaria de Saúde (SES). Na data, a cidade também registrou 194 novos casos e 16 mortes.

De acordo com as informações, houve redução nos números de internações em todos os aspectos. Para começar, o número total de internados, levando em consideração os pacientes de outros municípios que ocupam leitos na cidade, caiu de 430 para 421, com uma criança entre os pacientes. A cidade já chegou a registrar seis internações infantis no mesmo dia. Nesse caso, o número total de pessoas em UTI caiu de 238 para 230.

Houve redução nos casos de internações de residentes em Sorocaba, indo de 309 para 291 pacientes, o menor em 51 dias. No caso de moradores de Sorocaba ocupando leitos de UTI, o número caiu de 160 para 154, também o menor em 51 dias.

Houve redução no número de unidades com 100% de ocupação em leitos de UTI. Na rede pública municipal, estava apenas a Santa Casa, com todos os seus 55 leitos ocupados. Na rede estadual, a situação ocorria no Ambulatório Médico de Especialidades (AME). Houve também duas unidades com leitos UTI 100% na rede privada, sendo Evangélico e Unimed.

A fila de espera também apresentou redução, com apenas uma pessoa aguardando vaga em UTI.

A cidade registrou aumento do número de recuperados na sexta-feira, chegando ao total de 72.164, com 213 pessoas nessa situação. Os casos confirmados com a doença passaram de 75.354 para 75.548, com 194 novos registros. O total de pessoas em recuperação era de 674, enquanto que outras 600 aguardavam resultado de exames.

Mortes

Os óbitos confirmados com a pandemia aumentaram para 2.476, com 16 novos registros. As vítimas tinham entre 45 e 86 anos. Duas delas não tinham comorbidades. Do total de mortes, uma ocorreu em domicílio e as 15 restantes na rede pública de saúde, sendo duas em unidades de urgência e emergência. Os óbitos ocorreram entre 29 de junho e 7 de julho. A cidade manteve o número de quatro óbitos em investigação. (Marcel Scinocca)