Buscar no Cruzeiro

Buscar

Sorocaba

Festas clandestinas continuam na cidade

06 de Julho de 2021 às 00:01
Marina Bufon [email protected]
Apesar das operações integradas contínuas, há muito desrespeito.
Apesar das operações integradas contínuas, há muito desrespeito. (Crédito: SECOM SOROCABA)

Mesmo com a intensificação das operações integradas entre Guarda Civil Municipal (GCM), a Polícia Militar (PM), o setor de Fiscalização de Posturas e a Vigilância Sanitária (Visa), muitos moradores de Sorocaba e região continuam desrespeitando a atual situação vivida por todos diante da Covid-19.

“Ainda não fiz denúncias, mas vejo uma certa diferença de comportamento dos donos de estabelecimentos, alguns respeitam outros não, alguns mal usam máscara corretamente. No Wanel Ville também tem alguns locais com funcionários sem máscara, Nogueira Padilha, alguns locais às 22h30 lotados de gente e nenhum policiamento próximo”, relatou Leonardo Faborges, que é motorista de Uber e faz entregas à noite e aos finais de semana.

Em boletim divulgado ontem (5), são 74.206 casos e 2.391 mortes causados pelo vírus na cidade no total, com alta ocupação de hospitais e UTIs. Ainda assim, não são poucas as festas divulgadas nas redes sociais, com uma série de promoções e descontos para atrair ainda mais pessoas. Segundo dados levantados pela Prefeitura de Sorocaba, do início da pandemia até ontem (5), foram lavrados 113 autos de infração.

Conforme relatos de alguns leitores, algumas denúncias são feitas, mas nem sempre é feita averiguação no local. No entanto, a Prefeitura afirma que, se houver uma única denúncia, já será feita a fiscalização, não precisando de uma série delas para que os responsáveis se dirijam aos locais da infração.

“O que pode acontecer é uma grande quantidade simultânea de denúncias, o que demanda certo tempo para que todas sejam atendidas, lembrando que essas operações em chácaras e outras áreas fora do perímetro urbano são atendidas de forma integrada, junto com a Polícia Militar (PM)”, diz a Prefeitura.

Balanço do final de semana

Somente no último final de semana (que compreende a noite de sexta-feira (2) até a madrugada de segunda-feira (5)), muitas operações integradas foram realizadas em Sorocaba. No total, 745 pessoas foram abordadas pelas equipes da GCM, PM e equipes de fiscalização da Prefeitura, e 24 estabelecimentos comerciais passaram por fiscalização, sendo 15 deles fechados e autuados.

Houve também vistoria em 294 veículos, com 307 multas aplicadas - oito carros e quatro motocicletas foram guinchados. Além disso, uma arma de fogo e 344 gramas de drogas também foram apreendidos na operação. Por fim, no sábado (3), a GCM impediu a realização de uma festa clandestina em uma chácara no bairro Jacutinga, na zona nNorte, quando cerca de 300 pessoas aguardavam o início do evento - a previsão era de mais de mil frequentadores.

Segundo a Prefeitura de Sorocaba, a Vigilância Sanitária pode multar organizadores e frequentadores de festas já em um primeiro momento, sem precisar de reincidência, por descumprimento às regras do Plano São Paulo. Ainda, em caso de eventos com cobrança de ingressos, o responsável é multado por dia de realização do evento irregular. Para denunciar e ajudar as autoridades, basta acionar os telefones 153 (GCM) ou o 190 (PM). (Marina Bufon)