Buscar no Cruzeiro

Buscar

Meio Ambiente

Denúncia sobre queimadas tem novo canal

18 de Junho de 2021 às 00:01
Da Redação [email protected]
Ocorrências costumam se agravar nesta época do ano, durante o período de estiagem.
Ocorrências costumam se agravar nesta época do ano, durante o período de estiagem. (Crédito: PEDRO HENRIQUE NEGRÃO / ARQUIVO JCS)

A Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria do Meio Ambiente e Sustentabilidade (Sema), disponibiliza um novo canal de denúncias para o trabalho de fiscalização contra queimadas no município. Toda pessoa pode, a partir de agora, comunicar um foco de incêndio na cidade, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, pelo WhatsApp (15) 99175-0927, informando endereço exato do local, além de enviar foto e/ou vídeo.

“As queimadas costumam se agravar nesta época do ano, durante o período de estiagem, quando o tempo fica mais seco e, consequentemente, tornam-se mais fáceis de ocorrer os focos de incêndios. Além de trazer uma série de problemas ambientais, as queimadas causam danos à saúde da população, por isso precisamos do apoio de toda a população para que não ateie fogo em mato ou lixo e denuncie os casos para a nossa Secretaria atuar na fiscalização”, destaca o secretário da Sema, Antonio Prieto.

Ao receber a denúncia do cidadão, a Secretaria do Meio Ambiente e Sustentabilidade encaminha o caso para a Patrulha Ambiental da Guarda Civil Municipal (GCM), que fará a fiscalização. A prática é criminosa e a multa pode ultrapassar R$ 3 mil, conforme a Lei Municipal nº 10.151, de 27 de junho de 2012.

No local, a equipe da Patrulha Ambiental fotografa e faz a medição da área atingida pela queimada. Assim que a Divisão de Licenciamento, Controle e Fiscalização Ambiental da Sema recebe o relatório, faz o mapeamento e o enquadramento na legislação vigente para a elaboração do auto de multa. Caso não haja flagrante, é feito o levantamento de quem é o proprietário do terreno para autuação.

As queimadas causam graves problemas de saúde pública, aumentando o número de adultos e crianças com problemas respiratórios crônicos, como a asma, devido à fumaça produzida e pela fuligem lançada na atmosfera, além de danos ao meio ambiente, dizimando a fauna e a flora típica do local. A fumaça e a fuligem podem provocar doenças respiratórias graves, comprometendo, principalmente, quem sofre de asma e de bronquite.

Outro risco à saúde está na queima de lixo, especialmente materiais plásticos, lançando compostos tóxicos na atmosfera, que podem provocar severas irritações às vias respiratórias, se inalados. Além disso, a queima de qualquer material combustível produz gás carbônico, principal responsável pelas alterações climáticas perceptíveis atualmente.

As pessoas também podem contribuir não ateando fogo em mato, lixos e folhas; descartando corretamente lixo, entulhos de construção, restos de poda e folhas secas; não jogando bituca de cigarro em vias públicas e orientando parentes, amigos e vizinhos sobre os problemas da queimada. Além disso, é muito importante que os terrenos sejam mantidos limpos pelos proprietários.

Ao presenciar uma queimada, o cidadão deve ligar para o telefone 193 (Corpo de Bombeiros), que atuará no combate ao incêndio. Já, as denúncias para que a Secretaria do Meio Ambiente e Sustentabilidade realize fiscalização podem ser feitas também pelo telefone 156; pelo WhatsApp (15) 99129-2426, ambos de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h; ou pelo portal http://www.sorocaba.sp.gov.br/atendimento. (Da Redação)