Buscar no Cruzeiro

Buscar

Covid-19

Sorocaba soma mais de 2 mil mortos por Covid

08 de Junho de 2021 às 00:01
Marcel Scinocca [email protected]
Coronavírus em Sorocaba.
Coronavírus em Sorocaba. (Crédito: Arte JCS)

Sorocaba ultrapassou a marca de 2 mil vidas perdidas para a Covid-19. O registro ocorreu ontem (7), com 15 novos óbitos da doença confirmados. Com isso, a cidade entre para a lista das 31 cidades com mais de duas mil mortes pela Covid-19. Os dados são da Secretaria de Saúde de Sorocaba (SES).

De acordo com as informações, com essa marca, Sorocaba, com 2.005 mortes, se posiciona logo após as cidades de Maceió, Osasco e Aracajú. A marca foi registrada em apenas 70 dias na pandemia que já dura cerca de 14 meses. Isso porque, em 28 de março deste ano, o número de mortes era de 995. Com esses dados é possível afirmar que metade das mortes ocorreram em apenas 16% do período pandêmico de Sorocaba.

Ainda conforme os dados, a cidade registra uma média de 4,6 mortes por dia. Entretanto, esse número apresenta muita variação, como em 5 de abril, quando foram notificadas 62 mortes, em dezenas de outros dias, quando motes não são registradas. A taxa de letalidade no município é de 3,1%. Há dois óbitos em investigação.

As vítimas notificadas ontem tinham entre 28 e 88 anos, sendo que seis eram mulheres. Ao menos 33% delas não tinham comorbidade para o novo coronavírus. Entre as demais, cardiopatia, obesidade e diabetes estavam na lista de fatores de risco. Sete mortes ocorreram em unidades de urgência e emergência da rede municipal de saúde, Seis óbitos foram de pessoas que morreram na rede particular. As mortes ocorreram entre 10 de maio e 6 de junho.

Houve aumento número de recuperados da Covid-19 ontem, chegando ao total de 60.565. Já, os casos confirmados com a doença passaram de 63.504 para 63.680 na cidade. A cidade ainda apresentou queda do número de pessoas com suspeita de contaminação pelo coronavírus e que aguardam resultados, de 1.285 para 856. O número de descartados por resultados negativos da doença aumentou para 127.426. (Marcel Scinocca)

presso.json">

Buscar no Cruzeiro

Buscar

Covid-19

Sorocaba soma mais de 2 mil mortos por Covid

08 de Junho de 2021 às 00:01
Marcel Scinocca [email protected]
Coronavírus em Sorocaba.
Coronavírus em Sorocaba. (Crédito: Arte JCS)

Sorocaba ultrapassou a marca de 2 mil vidas perdidas para a Covid-19. O registro ocorreu ontem (7), com 15 novos óbitos da doença confirmados. Com isso, a cidade entre para a lista das 31 cidades com mais de duas mil mortes pela Covid-19. Os dados são da Secretaria de Saúde de Sorocaba (SES).

De acordo com as informações, com essa marca, Sorocaba, com 2.005 mortes, se posiciona logo após as cidades de Maceió, Osasco e Aracajú. A marca foi registrada em apenas 70 dias na pandemia que já dura cerca de 14 meses. Isso porque, em 28 de março deste ano, o número de mortes era de 995. Com esses dados é possível afirmar que metade das mortes ocorreram em apenas 16% do período pandêmico de Sorocaba.

Ainda conforme os dados, a cidade registra uma média de 4,6 mortes por dia. Entretanto, esse número apresenta muita variação, como em 5 de abril, quando foram notificadas 62 mortes, em dezenas de outros dias, quando motes não são registradas. A taxa de letalidade no município é de 3,1%. Há dois óbitos em investigação.

As vítimas notificadas ontem tinham entre 28 e 88 anos, sendo que seis eram mulheres. Ao menos 33% delas não tinham comorbidade para o novo coronavírus. Entre as demais, cardiopatia, obesidade e diabetes estavam na lista de fatores de risco. Sete mortes ocorreram em unidades de urgência e emergência da rede municipal de saúde, Seis óbitos foram de pessoas que morreram na rede particular. As mortes ocorreram entre 10 de maio e 6 de junho.

Houve aumento número de recuperados da Covid-19 ontem, chegando ao total de 60.565. Já, os casos confirmados com a doença passaram de 63.504 para 63.680 na cidade. A cidade ainda apresentou queda do número de pessoas com suspeita de contaminação pelo coronavírus e que aguardam resultados, de 1.285 para 856. O número de descartados por resultados negativos da doença aumentou para 127.426. (Marcel Scinocca)