Buscar no Cruzeiro

Buscar

Tecnologia 4.0

Sorocaba ganha Centro de Excelência em Tecnologia

É a primeira unidade do gênero do Brasil. Inauguração será no dia 7 com a presença do ministro Marcos Pontes

25 de Maio de 2021 às 01:01
Cruzeiro do Sul [email protected]
Ministro Marcos Pontes também fará a entrega de medalhas a estudantes
Ministro Marcos Pontes também fará a entrega de medalhas a estudantes (Crédito: Alexandre Maciel / Divulgação)

O primeiro Centro de Excelência em Tecnologia 4.0 (CET) do Brasil será inaugurado em Sorocaba no próximo dia 7 de junho. O Evento ocorrerá no Parque Tecnológico Sorocaba (PTS) e contará com a presença do ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Marcos Pontes. A iniciativa é uma parceria com a Prefeitura de Sorocaba e o Governo Federal.

O CET 4.0 é voltado ao desenvolvimento de tecnologia com o conceito de Indústria 4.0 no município de Sorocaba e região, ou seja, baseado em inovações, como a internet 5G, automação e Internet das Coisas (IoT, na sigla em inglês), permitindo a comunicação entre máquinas. Trata-se de uma nova revolução industrial, que possibilitará ampliar a competitividade das indústrias brasileiras no cenário mundial.

Outra característica importante do Centro de Excelência em Tecnologia 4.0 é que toda a inovação criada terá aplicação não apenas em grandes empresas, mas em toda a rede de fornecedores dessas empresas-âncoras, o que representa uma enorme contribuição para o fomento de todo um ecossistema a ser beneficiado pelos avanços tecnológicos em desenvolvimento.

A iniciativa que conta, além da parceria com o Governo Federal e a Prefeitura de Sorocaba, também com o apoio de universidades e faculdades, centros de pesquisa, consultorias especializadas, pesquisadores, indústrias, empresas e voluntários. “O Parque Tecnológico de Sorocaba será o ponto de partida para a convergência de todos esses saberes, proporcionando a infraestrutura necessária que abrigará essa importante experiência em nossa cidade, tornando-a um polo de referência em tecnologia 4.0 para todo o país”, aponta o presidente do PTS, Nelson Cancellara.

Tudo que for criado no Centro de Excelência estará disponível em uma plataforma digital acessível para empresas de todo o país, as quais poderão replicar essas experiências de êxito colocadas em prática aqui. A ideia é que Sorocaba se torne o centro irradiador desses novos conhecimentos para o Brasil todo. “Esse projeto, de implantação de Tecnologia 4.0, ao mesmo tempo se alinha às ações voltadas ao desenvolvimento econômico do município, abrangendo desburocratização, criação de incentivos fiscais para atração e retenção de empresas e capacitação de mão de obra especializada. O Parque Tecnológico será nosso braço na atualização tecnológica que Sorocaba precisa ter, rumo à retomada de sua posição de protagonismo e liderança regional”, comenta o prefeito Rodrigo Manga (Republicanos).


Emendas

Os recursos para tanto advêm do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), com investimento de R$ 500 mil, e outros R$ 500 mil de emenda parlamentar de autoria do deputado federal Vitor Lippi (PSDB).

“Sorocaba sempre foi pioneira ao longo de sua história, seja com as estradas de ferro da Sorocabana, com as fábricas de tecelagem, tornando-se um polo internacional metalmecânico e, agora, estamos saindo na frente mais uma vez. Nosso Centro terá como vocação ajudar, principalmente, as indústrias da nossa região”, lembra Lippi.


Outro motivo da visita

O ministro Marcos Pontes visita Sorocaba também outro motivo. Ele, que é engenheiro e astronauta, também é o convidado de honra que fará a entrega das medalhas da 23ª Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) e 14ª Mostra Brasileira de Foguetes (MOBFOG), organizadas pela Agência Espacial Brasileira (AEB), em conjunto com a Sociedade Astronômica Brasileira (SAB). São eventos científicos anuais que envolvem a participação de escolas públicas e privadas, do Ensino Fundamental e Médio, com recursos majoritariamente do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), que é vinculado ao MCTI, além do patrocínio da Universidade Paulista (Unip).

O evento constitui um importante incentivo para que estudantes possam aflorar seu interesse pela Ciência e desenvolver seu potencial de conhecimento nessa área. Entre as 25 escolas medalhistas no município de Sorocaba, 11 são públicas, sendo que duas delas, E.M. Dr. Getúlio Vargas e E.M. Matheus Maylasky, são da rede municipal. (Da Redação)