Buscar no Cruzeiro

Buscar

Sorocaba

Volta às aulas presenciais nas municipais continua indefinida

22 de Maio de 2021 às 00:01
Ana Claudia Martins [email protected]
Salas de aulas da rede municipal estão vazias desde o ano passado.
Salas de aulas da rede municipal estão vazias desde o ano passado. (Crédito: FERNANDO REZENDE / ARQUIVO JCS (19/1/2021))

Após suspender o retorno das aulas presenciais na rede municipal de ensino por três vezes em 2021, a Prefeitura de Sorocaba ainda não tem uma nova data. A retomada presencial, com 35% da capacidade das escolas e em esquema de revezamentos dos alunos, estava marcada para o próximo dia 31 de maio. As redes estadual e privada já retornaram com aulas presenciais, mas sem obrigatoriedade.

A Prefeitura de Sorocaba informou que o motivo da suspensão da retomada das aulas presenciais foi a impugnação no processo de compra de máscaras para parte dos estudantes da rede municipal de Sorocaba. “A necessidade de compra emergencial desse material fez com que a Prefeitura suspendesse o retorno presencial das aulas, previsto para dia 31 de maio. A nova data ainda será definida”, informou o município.

Ainda conforme a Prefeitura de Sorocaba, por enquanto, “as aulas seguem de forma remota, por meio das Atividades Não Presenciais (ANPs) e mantendo o canal de comunicação individual de cada escola com suas respectivas comunidades”.

Em 3 de maio, o secretário da Educação, Marcio Carrara disse que o retorno presencial estava marcado para o próximo dia 31 de maio, com 35% da capacidade, em esquema de revezamento, seguindo os protocolos sanitários e as regras do Plano São Paulo. A decisão valia para todos os cerca de 60 mil estudantes matriculados, desde a creche até o ensino fundamental, das 175 unidades escolares.

Ainda conforme o secretário, o retorno presencial não seria obrigatório, neste momento, e para os alunos que ficassem em suas casas o ensino continuaria de forma remota. Os alunos da rede municipal de ensino estão sem aulas presenciais desde março do ano passado, no início da pandemia de Covid-19, ou seja, há mais de um ano.

Ano letivo 2021

Conforme o calendário letivo, as aulas começaram na rede municipal de ensino no dia 8 de fevereiro, inicialmente de maneira remota. Neste primeiro momento, as equipes escolares seguiram com o modelo de Atividades Não Presenciais (ANP), mantendo um canal de comunicação individual de cada escola com suas respectivas comunidades.

Na ocasião, a retomada das aulas presenciais estava prevista para o dia 1º de março, o que não ocorreu. Depois, no início de março, a Prefeitura anunciou que o retorno das aulas presenciais na rede municipal ocorreria em 29 de março, o que também não ocorreu. Em seguida, a nova data seria 31 de maio, mas já foi suspensa.

Em agosto de 2020, a Prefeitura, após a realização de uma pesquisa com pais e responsáveis dos estudantes, decidiu que o retorno presencial na rede municipal de ensino não ocorreria mais no ano passado. Ficando, então, a decisão de reabrir as escolas para a retomada do ensino presencial para a atual gestão. (Ana Cláudia Martins)