Sorocaba e Região

Movimento cai na rodoviária e terminais de ônibus de Sorocaba

Segundo a Urbes, ruas da cidade já registram uma diminuição de cerca de 25% da frota circulante
Movimento cai na rodoviária e terminais
Na rodoviária, muitas empresas já reduziram uma boa porcentagem das viagens normalmente realizadas. Crédito da foto: Vinícius Fonseca (18/3/2020)

Por conta das recomendações para evitar a disseminação do Covid-19 (coronavírus), a Urbes — Trânsito e Transportes detectou uma queda de cerca de 60% do movimento na rodoviária de Sorocaba. Já nos terminais São Paulo e Santo Antônio não houve alteração na operação do transporte coletivo até a noite de ontem.

Segundo a Urbes, o número normal diário de passageiros na rodoviária, que é de cerca de três mil pessoas, diminuiu e algumas empresas já reduziram as viagens realizadas. Por isso, reforça que é importante que os horários disponíveis para viagens sejam verificados pelos passageiros diretamente com a empresa responsável pelo trajeto.

Entre as empresas que já se posicionaram pela redução de viagens realizadas está a Viação Cometa, responsável pelo trajeto até São Paulo, por exemplo. Em dias normais, a empresa realiza cerca de 67 partidas para a capital. Ontem, apenas 50% dos horários previstos foram realizados. Para hoje, a expectativa é que a empresa opere com 30% das viagens, conforme a demanda existente. Documento obtido pelo Cruzeiro do Sul indica que, a partir do dia 1º de abril, o número de partidas de Sorocaba para São Paulo, via Castelo Branco, terá redução em 88%, passando dos 67 em dias normais para apenas oito ao longo de todo o dia, com saídas em intervalos a cada duas horas.

Leia mais  AstraZeneca diz que eficácia de vacina contra Covid-19 pode alcançar até 90%

A empresa Catarinense cancelou todas as viagens para o Rio de Janeiro até dia 2 de abril. A medida atende ao decreto publicado pelo governo do Rio de Janeiro, que visa conter a propagação do novo coronavírus no Estado. Segundo a empresa, as viagens para Ponta Grossa até Guarapuava, Cascavel, Medianeira e Foz do Iguaçu, no Estado do Paraná, ainda ocorrem normalmente.

As viagens para Apiaí, feitas pela empresa Transpen, foram reduzidas em 50%. Já a empresa Rápido Campinas suprimiu a viagem da manhã para Piracicaba. Os horários da empresa VB, que atende viagens para Campinas, também passaram por redução. A Urbes destacou que outras alterações poderão acontecer nos próximos dias, já que as empresas levam em consideração a demanda de passageiros para as viagens.

Movimento cai na rodoviária e terminais
A queda do volume de carros em circulação é como a registrada em períodos de férias escolares. Crédito da foto: Vinícius Fonseca (18/3/2020)

Terminais

A Urbes informa que também monitora a demanda de passageiros nos terminais São Paulo e Santo Antônio e, no momento, com exceção das linhas 52 (Cidade Universitária) e 80 (UFSCar), que operam em tabela de férias, não há alteração na operação do transporte coletivo, ainda que seja evidente que muitas pessoas estão evitando de sair de casa e a circulação de pedestres nos terminais diminuiu. A empresa pública informa que qualquer mudança será informada aos usuários.

Nas ruas de Sorocaba, segundo a Urbes, o que se observa é uma diminuição da frota circulante na ordem de 20% a 25%. Segundo a empresa pública, essa margem equivale ao período de férias escolares, já que as instituições de ensino tiveram as aulas suspensas. “No entanto, esse percentual poderá ser maior com o decorrer dos dias e com a paralisação de outras atividades em Sorocaba, a exemplo do que tem acontecido em São Paulo”, informa a Urbes. (Felipe Shikama)

Comentários