Cultura Sorocaba e Região

Morre humorista sorocabano Nilson Costa

Carreira de roteirista surgiu em sua vida por acaso e acabou se tornando sua grande paixão
Nilson morreu neste domingo (12), em Sorocaba. A causa da morte não foi divulgada. Crédito da foto: Divulgação.

Morreu na madrugada deste domingo (12) o humorista sorocabano Nilson Costa, 80 anos. Nilson foi roteirista dos Trapalhões, do programa do Fofão e do Bronco, de Ronald Golias.  Dentista por formação, profissão que exerceu durante longos anos, a carreira de roteirista surgiu em sua vida por acaso e acabou se tornando sua grande paixão.

Discípulo de Marcos César, foi com ele que Nilson aprendeu os macetes da profissão. O primeiro texto de Nilson foi escrito para Chico Anysio ler no Fantástico.  Nilson foi também colunista no Diário de Sorocaba onde assinava a coluna de humor com o pseudônimo Nilkos, o Grego, e do Cruzeiro do Sul, coluna intitulada Mafagafos.

Apesar de ter seu nome pouco conhecido em Sorocaba, ele faz parte da história do humor na televisão brasileira.  Enquanto todos riam com os personagens, nos bastidores estava o dentista sorocabano, que largou 20 anos de carreira para encarar viagens ao Rio de Janeiro, onde ficava até quatro dias por semana para escrever.

Leia mais  Unidade Ipanema da Casa do Cidadão retoma atendimento presencial dia 11

Foi funcionário contratado pela Globo e Bandeirantes e se orgulhava da oportunidade que teve de contribuir com os principais personagens que marcaram a cena humorística televisiva.

Também desenvolveu voluntariamente para o Banco de Olhos de Sorocaba comerciais para ajudar nas doações de córneas e contou com participação de artistas como Tony Ramos, grupo Três do Rio, entre outros.  Nilson, mesmo com a saúde debilitada, continuava produzindo e planejava lançar um livro de contos.

Deixa a esposa Janete, três filhas, genros e netos. O enterro será nesta segunda-feira (13) no Cemitério da Saudade, em Sorocaba.  (Da Redação)

Comentários