Sorocaba e Região

Moradores de Brigadeiro Tobias lembram de obras e falam de Theodoro no bairro

Theodoro Mendes morreu em um acidente automobilístico na rodovia Raposo Tavares, na sexta-feira (24)
Escola foi inaugurada em 1979 pelo ex-prefeito, falecido na semana passada, na região de Brigadeiro. Crédito da foto: Fábio Rogério/JCS

 

A morte do ex-prefeito de Sorocaba José Theodoro Mendes em um acidente automobilístico no quilômetro 84 da rodovia Raposo Tavares (SP-270), na última sexta-feira (24), perto de Brigadeiro Tobias, entristeceu a população do bairro que recebeu diversas melhorias durante a passagem dele pela chefia do Executivo.

Foi a sua administração que construiu a CEI-13 Aluísio de Almeida e o Centro Esportivo Joaquim Martins, em 1979, além de inaugurar o Centro de Estudos do Tropeirismo, no Casarão de Brigadeiro Tobias, em 1981. Na época, as obras melhoraram bastante a qualidade de vida dos moradores da região — então predominantemente rural.

Os irmãos Alessandro e Fábio Senger, de 43 e 41 anos, sócios de uma casa de material de construção na rua Mathias de Albuquerque, receberam com pesar a notícia no dia do acidente. “Na sexta-feira mesmo tinha atendido aqui na loja o caseiro da chácara do Theodoro, que fica aqui no bairro, na Estrada Santa Maria”, relembra Alessandro. Quando colidiu o Mazda que conduzia pela Raposo Tavares, o ex-prefeito estava a caminho do sítio do irmão, que fica no bairro Genebra.

Leia mais  Covid-19: na 1ª etapa, Votorantim vacinará cerca de 24 mil pessoas

Fábio foi comunicado da morte pelo irmão do ex-prefeito, Álvaro Mendes, horas depois do acidente. “O Theodoro era um cliente muito querido. Nosso último contato foi um mês antes do ocorrido. Falávamos muito de política e ele vivia sempre em Brigadeiro”, relembra o comerciante. Para ele, o falecimento representa uma perda em diversos aspectos da vida pública, haja vista que o ex-prefeito também era advogado e professor de Direito.

No bairro Genebra, que fica na zona rural de Brigadeiro Tobias, o dono do mercadinho onde o ex-prefeito fazia compras semanalmente também vai sentir falta do cliente que se foi. “Ele tinha o hábito de jogar baralho com a família e toda sexta-feira vinha para cá. Era um cara muito simples”, observa o comerciante Levi Antunes, de 36 anos. Ele estava saindo do bairro para buscar mercadorias e reconheceu o Mazda acidentado na beira da pista.

Leia mais  Fórum Cível e Criminal de Sorocaba está fechado por falta de energia

Memórias

Ao lamentar a morte do ex-prefeito em uma rede social, a professora Marisa Trassi Penhalver, que era aluna da então Escola Municipal de Educação Infantil de Brigadeiro Tobias, relembrou da visita de Theodoro ao prédio recém-inaugurado que hoje tem o nome de CEI-13 Aluísio de Almeida. “Ele visitou o CEI dias depois da sua inauguração em 1979. A pedido da professora (tia Ellen) eu o abordei para agradecer e ele me pegou no colo”, comentou.

A CEI-13 Aluísio de Almeida e o Centro Esportivo Joaquim Martins foram inaugurados pelo governo Theodoro Mendes em 15 de agosto de 1979. Em 1981, após entendimentos com o Grupo Stecca, a Secretaria de Estado da Cultura e o Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado de São Paulo (Condephaat), foi aberta ao público, após restauro, a sede da antiga Fazenda Passa-Três, e que recebeu o nome de Casarão de Brigadeiro Tobias — Centro de Estudos do Tropeirismo. Construído em taipa de pilão por volta de 1775, o imóvel foi restaurado pela Prefeitura com verba estadual.

Comentários