Informação Livre Sorocaba e Região

Montadora toma medidas anti-Covid para proteger trabalhadores

Fundação Toyota doou também quatro Hilux adaptadas a ambulâncias, além de 30 mil frascos de álcool gel ao governo estadual
Montadora toma medidas anti-Covid para proteger trabalhadores
Crédito da foto: Erick Pinheiro / Arquivo JCS (16/1/2015)

Após tomar medidas para preservar a segurança de seus colaboradores e de suas famílias durante a pandemia de Covid-19, entre elas férias coletivas e paralisação de todas as fábricas do Brasil, a Toyota doou quatro Hilux adaptadas a ambulâncias, além de 30 mil frascos de álcool gel ao governo do Estado de São Paulo por meio da Fundação Toyota do Brasil.

Em paralelo, há negociações da Toyota e outras montadoras com o Ministério da Economia, o Senai e a Associação Brasileira de Engenharia Clínica para o conserto de respiradores artificiais.

Área da saúde

A Prefeitura de Sorocaba publicou um decreto — número 26.167 – alterando outro decreto — 26.1664 — que trata
das restrições das atividades econômicas da cidade, em função do feriado emergencial.

Além de acrescentar bancos e lotéricas, a nova norma determina a possibilidade de abertura de unidades de saúde para sessões de hemodiálise, quimioterapia, radioterapia e demais infusões.

Estabelecimentos que atendem pacientes relacionados à Covid também podem funcionar, desde que para esse fim.

Leia mais  Nova gestão de Votorantim foca em saúde, economia e cidadania

Liminar contra o decreto

As empresas Centro Médico Imagem S/A. e Centro de Diagnóstico Sorocaba S/A. conseguiram nesta quarta-feira (31) decisão judicial liminar, em mandado de segurança, para suspender os efeitos do decreto municipal de antecipação de feriados e vedação de atividades para as empresas que exercem atividades médicas essenciais.

A decisão foi proferida pelo juiz de Direito Leonardo Guilherme Widmann, da Vara da Fazenda Pública de Sorocaba. As empresas argumentaram que o decreto viola o direito das empresas que exercem atividades médicas essencialíssimas.

A liminar produz efeitos imediatos e garante o pleno exercícios das atividades das empresas, sem que possam sofrer multas ou sanções pela municipalidade.

Virtual

O vereador Luciano Silva (Democratas) solicitou ao presidente da Câmara de Votorantim que, pelo menos, as sessões sejam realizadas semanalmente mesmo que de forma virtual.

Leia mais  Mais cilindros de oxigênio

O presidente explicou que a Câmara não tem estrutura para dar o suporte necessário para que os funcionários da secretaria e de outros setores possam trabalhar em home office por conta de uma série de protocolos e programas específicos que são utilizados.

Além disso, o presidente destacou a importância de manter o cuidado com a saúde dos servidores uma vez que diversos casos de Covid-19 foram confirmados e há até a suspeita de contaminação pelo vereador Gaguinho, justificou.

Sendo assim, a Câmara segue com suas funções temporariamente paralisadas até o Plano São Paulo permitir o retorno das atividades em escritórios e órgãos públicos.

Controle de portarias

A Urbes, responsável pelo trânsito e pelo transporte de Sorocaba, assinou um contrato para a prestação de serviços de controle, operação e fiscalização de portarias e edifícios da autarquia, com a efetiva cobertura dos postos designados, em vários pontos.

Leia mais  Vacinação contra a gripe em SP começa na segunda-feira

O contrato tem valor de um ano e vai até março de 2022. O valor é de R$ 288 mil.

Comentários