Sorocaba e Região

Mega-Sena da Virada atrai apostadores e embala sonhos

No Centro de Sorocaba, uma lotérica tinha fila na calçada antes mesmo de abrir
Mega-Sena da Virada atrai apostadores e embala sonhos
José Cláudio, que só joga na Mega da Virada, fez três apostas, “o suficiente para ganhar”. Crédito da foto: Fábio Rogério (31/12/2020)

A possibilidade de levar a bolada de R$ 300 milhões da Mega Sena da Virada embalou os sonhos dos brasileiros nos últimos dias de 2020. Com o sorocabano não foi diferente. Por isso, foi comum a formação de filas nas lotéricas da cidade, em especial nas horas restantes para a aposta, na quinta-feira (31). Também pudera. O prêmio é maior do que o orçamento de Araçoiaba da Serra e Iperó, para 2021, somados.

No Centro de Sorocaba, uma lotérica tinha fila na calçada antes mesmo de abrir. No transcorrer da manhã, houve diminuição, mas o movimento continuou intenso. A maior parte do público estava interessada em arriscar. E olha que boa parte das pessoas nem aposta ao longo do ano, investindo nos sonhos apenas na edição especial. Caso, por exemplo do arquiteto André Luis da Silva, que mora no Magal e disse que, apesar do profissão, compraria uma casa, já pronta. O lugar já estava até definido: um condomínio de luxo na Raposo Tavares.

Leia mais  Sorocaba passará por censo dos animais a partir de fevereiro

A mesma atitude teve a auxiliar de limpeza Rogéria Pereira, que mora no Jardim Ipiranga, na zona oeste de Sorocaba. “Se ganhar, eu decido depois, mas uma casa eu compraria de imediato”, disse. De acordo com ela, cada um dos seus três irmãos também ganharia uma residência. Ela contou que joga os números de forma aleatória.

O mestre de obras José Cláudio também contou que só joga na Mega da Virada. “Não sou pessoa de ficar fazendo apostas no ano. Só no final do ano, mesmo”, explicou. Sobre o valor de R$ 300 milhões, ele não havia definido o que fazer, caso acertasse as seis dezenas. “Temos que viver o dia. Não podemos fazer planos. Quem sabe é o Pai, lá em cima”, lembrou. Contou, ainda, que fez três apostas, segundo ele, o suficiente para ganhar. “Não precisa jogar um monte para ganhar. Precisa é ter sorte”, comentou.

Alessandro Souza Costa havia definido apenas uma coisa, caso ganhasse o valor, parcial ou total. Seria uma viagem de 30 dias para conhecer o Brasil de forma mais ampla. Ele já mostrou que tem pé quente, guardadas as devidas proporções de valores. Há alguns anos, ele ganhou um prêmio por acertar a quadra em uma loteria. Conforme Costa, foram apenas R$ 300, que, na ocasião, foram suficientes para pagar o documento da sua motocicleta. Após isso, ele parou de apostar e, a exemplo dos demais entrevistados, também só joga na Mega-Sena da Virada.

Leia mais  Ministério Público apura denúncia contra parlamentar

O maior prêmio da Mega-Sena para Sorocaba saiu em 2015, quando uma aposta feita na cidade levou R$ 33.471.002,88. (Marcel Scinocca)

 

Comentários