Sorocaba e Região

Mais de 184 mil pessoas já foram vacinadas contra a gripe em Sorocaba

O número representa 25.900 pessoas vacinadas a mais do que o total da campanha anterior
Agora a Secretaria Estadual de Saúde liberou novos grupos para imunização. Crédito da foto: Vinícius Fonseca (12/5/2020)

Sorocaba já vacinou mais de 184 mil pessoas contra a gripe desde o início da campanha, que acaba na próxima terça-feira (30). O número representa 25.900 pessoas vacinadas a mais do que o total da campanha anterior, quando 158.394 foram imunizadas na cidade. Os dados são da Secretaria da Saúde de Sorocaba (SES).

Alguns grupos como trabalhadores da saúde e idosos já ultrapassaram a meta, que é de 90% cada grupo. Respectivamente, o primeiro grupo chegou a 125,22% e o segundo a 118,25%, ou seja, 21.903 doses aplicadas nos trabalhadores da saúde e 77.933 pessoas com 60 anos ou mais. Outro grupo que ultrapassou a meta foi o de pessoas privadas de liberdade (107,09%), com total de 3.899 doses aplicadas.

Porém, os demais grupos ainda não atingiram a meta, são eles: portadores de comorbidades (29.766 ou 86,40%), professores (4.203 ou 88,22%), funcionários do sistema prisional (677 ou 67,56%), adultos de 55 a 59 anos (10.548 ou 36,85%), gestantes (3.641 ou 54,34%), puérperas, até 45 dias após o parto (546 ou 49,55%), e crianças (20.672 ou 48,17%).

Também foram imunizados outros grupos que não possuem metas: força de segurança e salvamento (1.994 doses aplicadas), caminhoneiros, transporte coletivo e portuários (1.741), portadores de deficiência (119), indígenas (29) e outros grupos sem comorbidades (6.614).

Podem se vacinar, além dos idosos, profissionais da área de saúde e membros das forças de segurança e salvamento. Portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, assim como funcionários do sistema prisional; caminhoneiros, motoristas de transporte público e portuários, juntamente com adultos de 55 a 59 anos e professores. Portadores de deficiência; indígenas; privados de liberdade; gestantes; puérperas e crianças de 5 meses a 5 anos e 11 meses, também devem se imunizar.

Devido à baixa procura pela vacina influenza nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), a Secretaria Estadual de Saúde liberou novos grupos para imunização, como colaboradores dos Correios; funcionários da limpeza urbana e moradores em situação de rua. Os locais de vacinação são as 32 UBSs e o Same, na Vila Hortência, somente para pacientes do Programa Municipal de IST/HIV/Aids/Hepatites Virais. O horário de atendimento é das 9h às 16h.  (Ana Cláudia Martins)

Comentários