Sorocaba e Região

Justiça proíbe entrada de menores de 18 anos na festa ‘Roleween’ em Sorocaba

O evento será realizado amanhã e os organizadores, segundo o MP, não teriam apresentado documentações
Justiça proíbe entrada de menores de 18 anos na festa ‘Roleween’ em Sorocaba
Segundo a Justiça, a festa será realizada no quilômetro 107 da Raposo Tavares. Crédito da foto: Adival B. Pinto (15/1/2015)

A Justiça de Sorocaba determinou a proibição da entrada de menores de 18 anos em uma festa programada para acontecer hoje na cidade. O pedido foi feito pelo Ministério Público do Estado de São Paulo (MP-SP).

A festa é denominada “Roleween”, segundo consta no processo. O local situado à margem da rodovia Raposo Tavares, segundo o MP, não teria apresentado documentações sobre o evento. A lista inclui o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB).

Na decisão, a juíza Erna Thecla Maria Hakvoort proíbe a participação de menores. Ele também determina multa de R$ 3 mil por adolescente, em caso de descumprimento.

Pedido

O pedido à Justiça foi feito na quinta-feira (24), pela promotora Cristina Palma, da Promotoria da Infância e Juventude. Ela diz que, no caso, está em jogo a segurança de centenas de pessoas, pois é notório que inúmeros indivíduos, dentre eles adolescentes, poderão vir a frequentar as instalações, onde ocorrerá o ‘Halloween’”.

Cristina Palma, em outro trecho do pedido, fala em revelia. “Verifica-se que os responsáveis pela organização do evento em questão desconsideraram todas as normas de segurança e saúde da população, ao ignorar a Portaria do Juízo da Infância e Juventude, as exigências da Polícia Militar e ao dar continuidade aos preparativos e à efetiva realização do evento, à revelia da lei”, explana.

“Ocorre que, segundo o referido ofício da Corporação, os organizadores da festividade não apresentaram documentos que comprovem condições de segurança para a realização do evento, tampouco informaram a capacidade de lotação do local, o número estimado de público esperado, bem como o número de ingressos postos à venda”, alega no pedido a promotora.

Cancelado em chácara

Ontem, a reportagem entrou em contato com o proprietário da chácara, em Sorocaba, onde o evento seria realizado. Conforme ele, o ato foi cancelado no local, em comum acordo com o organizador. A reportagem também tentou entrar em contato com a organização do evento, mas não conseguiu localizar o responsável pela festa. (Marcel Scinocca)

Comentários