Sorocaba e Região

Item vencido é entregue em kit de merenda em Votorantim

A Prefeitura confirmou a situação e disse que já tomou as medidas cabíveis
Itens do kit merenda. O achocolatado foi entregue com data de validade vencida. Crédito da foto: Cortesia

Ao menos um kit de merenda distribuído pela Prefeitura de Votorantim, em função da suspensão das aulas devido à pandemia do novo coronavírus, apresentou alimento vencido. A Prefeitura confirmou a situação e disse que já tomou as medidas cabíveis.

A situação foi relatada por Elen Stefani em uma rede social. Ela, que tem uma filha matriculada na rede municipal de educação de Votorantim, explicou a situação ao Cruzeiro do Sul. O fato ocorreu na segunda-feira. “Fui buscar o kit merenda por volta das 10h. Como só peguei e vim trabalhar, deixei na casa dos meus pais. A tarde me enviaram uma foto dizendo que estava vencido o pacote de achocolatado”, diz.

“Cheguei em casa e realmente fui ver que estava vencido e decidi postar no Facebook para alertar os pais do ocorrido”, relata. “Aí, falaram que o meu pacote era de dois quilos. Em momento nenhum imaginei que seria diferente dos outros. Fiquei sabendo disso nos comentários”, conta. Ainda conforme ela, a partir daí foi proposta a resolução do caso.

A postagem de Elen teve mais de 300 comentários, sendo que um deles foi do secretário de governo de Votorantim, Carlos Laino.

O que diz a Prefeitura

A Prefeitura de Votorantim, por meio da Secretaria de Educação, informou que, embora tendo sido um problema pontual e resolvido de imediato, já tomou todas as providências legais perante a empresa contratada para a montagem e entrega, ponto a ponto, dos kits nas escolas.

“De acordo com o apurado pela secretaria, o lote com os 13 mil kits está em ordem e dentro da validade. O erro ocorreu por responsabilidade da supervisora da merenda da empresa contratada. Essa incluiu nos kits três pacotes de dois quilos cada um, que estavam na escola e não foram utilizados dentro da validade por conta da suspensão
das aulas, devido à pandemia, e seriam descartados assim que as atividades voltassem ao normal”, diz
nota da Prefeitura.

Ainda conforme a administração municipal, outros dois produtos vencidos não chegaram a ser entregues e foram devidamente rastreados e descartados. O terceiro foi entregue a Elen. A família foi contatada, logo pela manhã, devidamente orientada e o material imediatamente descartado e substituído.

“A secretaria reitera que preza pela segurança alimentar de seus alunos e atos individuais como esse serão devidamente punidos, dentro da legalidade”, termina o comunicado. (Marcel Scinocca)

Comentários