Covid-19 Sorocaba e Região

Isolamento social em Sorocaba é de 49%, aponta Sistema de Monitoramento

O índice ideal é de 70%, de acordo com o Centro de Contingência do coronavírus
Isolamento social em Sorocaba é de 49%, aponta Sistema de Monitoramento
Movimento de veículos na rua Dr. Álvaro Soares, em Sorocaba. Crédito da foto: Vinicius Fonseca (14/4/2020)

Sorocaba registrou 49% de isolamento social, terça-feira (14), segundo o Sistema de Monitoramento Inteligente (Simi-SP) do Governo de São Paulo. O número está abaixo da média estadual, que foi de 50% na mesma data.

O percentual em Sorocaba teve um aumento em relação ao dia anterior. Na segunda-feira (13), a cidade havia registrado 48% de movimentação.

De acordo com o Coordenador do Centro de Contingência do coronavírus em São Paulo, o médico infectologista David Uip, a adesão ideal para controlar a disseminação da Covid-19 é de 70%. Se a taxa continuar baixa, o número de leitos disponíveis no sistema de saúde não será suficiente para atender a população.

A central de inteligência analisa os dados de telefonia móvel para indicar tendências de deslocamento e apontar a eficácia das medidas de isolamento social. Com isso, é possível apontar em quais regiões a adesão à quarentena é maior e em quais as campanhas de conscientização precisam ser intensificadas, inclusive com apoio das prefeituras.

Região Metropolitana de Sorocaba

O dado mais recente, divulgado na tarde desta quarta-feira (15), coloca Sorocaba como uma das cidades com pior índice dentro da Região Metropolitana de Sorocaba. O município ficou ao lado de Itu, também com 49% de isolamento social.

O melhor índice foi obtido por Ibiúna, com 59%. Logo em seguida aparecem São Roque (56%), Tatuí (53%), Votorantim e Itapetininga (52%), e Salto (51%). As demais cidades da Região Metropolitana de Sorocaba não foram analisadas pelo governo.

Deslocamentos

O Simi-SP é viabilizado por meio de acordo com as operadoras de telefonia Vivo, Claro, Oi e TIM para que o Estado possa consultar informações agregadas sobre deslocamento nos 645 municípios paulistas. As informações são aglutinadas sem desrespeitar a privacidade de cada usuário.

Os dados de georreferenciamento servem para aprimorar as medidas de isolamento social. O objetivo é o enfrentamento ao coronavírus.

Leia mais  Câmara de Sorocaba aprova emendas impositivas para saúde e ações sociais

 

No momento, há acesso a dados referentes a 104 cidades com população igual ou superior a 70 mil habitantes. O sistema é atualizado diariamente para incluir informações de municípios. (Da Redação, com informações do governo do estado de São Paulo)

Comentários