Sorocaba e Região

Iperó tem média de 12 casos confirmados de dengue por dia

Segundo a Prefeitura de Iperó, a maior parte dos casos está concentrada no bairro George Oetterer
Sorocaba tem 86 novos casos de dengue no intervalo de 10 dias
O Aedes aegypti é o nome científico de um mosquito ou pernilongo que transmite a dengue. Crédito da foto: Pxhere (10/2/2020)

Iperó tem uma média de 12 casos de dengue por dia em 2020. Os dados confirmados da doença foram atualizados nesta quinta-feira (27) pelo governo municipal.

Segundo a última atualização do boletim epidemiológico, os casos confirmados de dengue passaram de 518 na sexta-feira (21) para 687 nesta quinta (27). Isso representa um aumento de 32,62% no período – o equivalente a 11,84 casos por dia.

Ainda conforme o boletim, até o momento foram 1.396 notificações de dengue este ano em Iperó. Entre esse total, 687 foram confirmados, 250 descartados e outros 459 estão em investigação.

Aumento de casos

Apesar do aumento de casos confirmados da doença, a Prefeitura de Iperó ainda não decretou epidemia de dengue no município. O motivo, segundo o governo, é porque os registros estão concentrados em uma área específica – no bairro George Oetterer, próximo a Sorocaba. Deste modo, o município considera os casos confirmados apenas como um surto da doença.

A Prefeitura de Iperó, por meio da Secretaria de Saúde, informa que diariamente está realizando ações em combate ao mosquito aedes aegypti e ao controle da situação. A lista inclui a busca ativa em todos os pacientes notificados e bloqueio nos quarteirões onde haja suspeitos notificados.

 

O governo informou ter intensificado os trabalhos de orientações à população, além de atualizar o plano de contingência municipal. “Pedimos compreensão e colaboração dos moradores com a limpeza e, caso vierem a sentir os principais sintomas da dengue, é recomendado que procurem as UBSs referências: Marinheiro Marcílio Dias (George Oetterer), Jean Carlos Domingues dos Santos (Centro), Elois Alves Corrêa (Bacaetava) ou o Pronto Atendimento municipal”, informa a Prefeitura. (Ana Cláudia Martins)

Comentários