Sorocaba e Região

Ingresso nas Etecs e Fatecs será por análise de histórico escolar

Segundo o Centro Paula Souza, mudança de critério é necessária em respeito ao distanciamento social
Em razão da pandemia, não é possível realizar as tradicionais provas de forma presencial. Crédito da foto: Divulgação

O tradicional “vestibulinho” de meio de ano, como é chamado o processo de admissão para as Escolas Técnicas Estaduais (Etecs) do Centro Paula Souza, será substituído este ano pela análise do histórico escolar do candidato, sem a realização de prova presencial ou on-line.

O novo processo de admissão, para preenchimento das vagas do segundo semestre com início das aulas em setembro, será igualmente adotado no vestibular dos cursos superiores tecnológicos das Faculdades de Tecnologia (Fatecs), também mantidas pela autarquia do Governo do Estado de São Paulo, vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico.

De acordo com o Centro Paula Souza, a mudança de critério se faz necessária em respeito ao distanciamento social recomendado pelas autoridades sanitárias, visando preservar a saúde dos candidatos.

As inscrições para o vestibulinho de meio de ano das Etecs serão abertas na próxima terça-feira, dia 7, e seguem até 21 de julho, exclusivamente pelo site www.vestibulinhoetec.com.br. Até o próximo dia 6, a autarquia deve divulgar o manual do candidato, com os critérios detalhados do processo de classificação, bem como a relação completa dos cursos oferecidos em cada unidade.

Serão considerados históricos escolares até dezembro de 2019, portanto, anteriores ao início da pandemia. A entidade orienta que os candidatos solicitem o histórico escolar por e-mail às secretarias das escolas.

Leia mais  Gastos da pandemia em Sorocaba estão estáveis por dois dias

Vagas

Ao todo, serão 60 mil vagas em todo o Estado de São Paulo. Em Sorocaba, nas três Etecs serão oferecidas 1.030 vagas, sendo 480 nas Etec Fernando Prestes e 120 na classe descentralizada que funciona na E.E Joaquim Isidoro Marins; 310 na Etec Rubens de Faria e Souza e 120 na Etec Armando Pannunzio.

O diretor da Etec Fernando Prestes, professor Divanil Urbano, acredita que o número de candidatos será maior que a média registrada nos últimos anos, em virtude da comodidade de realizar todo o processo de maneira on-line. “Ser submetido a uma prova assusta alguns adolescentes, enquanto simplesmente enviar o histórico escolar, para ver o que acontece, parece ser algo mais simples”, assinala.

Ele acrescenta que em todo o Estado a classificação dos históricos escolares será feita pela própria equipe de funcionários do Centro Paula Souza. “[Este novo processo de seleção] foi a busca de uma solução para que o processo não deixasse de acontecer”, afirma.

Apesar de ser uma medida excepcional por causa da Covid-19, Urbano acredita que o novo processo será tão justo quanto o vestibulinho, já que impõe as condições de igualdade — de análise dos históricos — entre todos candidatos.

Leia mais  Jeitinho sorocabano

Apesar de não haver confirmação até o momento, o diretor acredita que o novo processo, a exemplo do vestibulinho tradicional, também concederá acréscimo à nota final do candidato proveniente de escola pública.

O calendário dos processos seletivos das Etecs começou oficialmente ontem, com abertura do prazo para pedidos de redução e isenção das taxas de inscrição R$ 19. O prazo prossegue até sexta-feira. Os pedidos para redução de 50% da taxa devem ser feitos exclusivamente pela internet, até as 15 horas do dia 6, também pelo site.

Os interessados em ingressar na Fatecs para o 2º semestre de 2020 também têm até o dia 6 para pedir desconto no valor da inscrição, que é de R$ 39. As inscrições, bem como a consulta do manual do candidato deverão ser feitas entre os dias 8 a 22 no site www.vestibularfatec.com.br. (Felipe Shikama)

Comentários