Informação Livre

Uma história da Educação

O sócio-proprietário do Colégio Uirapuru, Arthur Fonseca Neto, visitou o jornal Cruzeiro do Sul e o novo Cecap
Uma história da Educação
Crédito da foto: Fábio Rogério

O sócio-proprietário do Colégio Uirapuru de Sorocaba, Arthur Fonseca Neto, visitou ontem a Redação do jornal Cruzeiro do Sul e aproveitou para conhecer o novo Centro de Educação Continuada e Aperfeiçoamento Profissional (Cecap), da Fundação Ubaldino do Amaral (FUA). O empresário foi recebido presidente do Conselho Superior da FUA, Valdir Euclides Buffo Junior, e pelos membros do Conselho de Administração da FUA, Gustavo Henrique Coimbra Campanati, Ricardo Benitez Martins, Marco Aurélio Laham Dottore e Laelso Rodrigues. O Colégio Uirapuru, que completou 30 anos de existência em Sorocaba este ano, é fruto de uma aspiração construída ao longo dos anos pela equipe composta de educadores como Arthur Fonseca Filho, Glaucí Kuhn Pletsch e Wlademir dos Santos, sob os cuidados do professor Arthur Fonseca, cuja história de vida sempre foi intensamente ligada à educação. É uma referência na cidade, do berçário ao ensino médio.

Leia mais  Obras de pontos turísticos estão paradas na região de Sorocaba

O que vem por aí

Após duas semanas de clima político agitado em Sorocaba, por conta das investigações sobre denúncias de desvios de recursos em contratos e licitações (Operação Casa de Papel), mais uma semana começa com a expectativa do que vai acontecer nos próximos capítulos de uma história que se desenrola em baixa voltagem. Nos bastidores políticos, apenas especulações e exercícios de futurologia. Tanto à direita quanto à esquerda, o difícil é ficar indiferente. Nessas horas, até entre quem se mantinha alheio aos acontecimentos há casos de pessoas que se convertem em comentaristas políticos. A curiosidade fica por conta de qual vai ser o novo depoimento bombástico. As atenções se concentram entre a Câmara e a Polícia Civil.

Concurso público

Um total de 26.217 candidatos devem concorrer às vagas do concurso público promovido pela Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria de Recursos Humanos (Serh), nas áreas de Fiscal Público, Fiscal de Saúde Pública e Técnico de Controle Administrativo. As inscrições foram encerradas no último dia 15, e as provas serão realizadas pela Fundação Vunesp no dia 26 de maio, conforme prevê o Edital nº 01/2019. O cargo com o maior número de inscritos foi o de Fiscal Público, sendo 18.858 candidatos. Já o de Técnico de Controle Administrativo recebeu 5.252 inscrições, enquanto de Fiscal de Saúde Pública teve 2.107 inscritos. Foram oferecidas vagas de ensino médio completo para os cargos de Fiscal da Saúde Pública (5 vagas) e Fiscal Público (20 vagas), com salário inicial de R$ 2.696, 57, além de Técnico de Controle Administrativo (15 vagas), com o salário inicial de R$ 1.891,10.

Leia mais  Treinão da Corrida Pink do Bem reúne 200 pessoas em Sorocaba

Mais do mesmo…

A Câmara de Sorocaba recebeu ontem mais um protocolo com pedido de abertura de Comissão Processante contra o prefeito José Crespo (DEM). O pedido já existente e que tramita na Câmara Municipal, entretanto, protocolado na semana retrasada e que recebeu um adendo, está com leitura programada para a sessão ordinária de hoje. Já o pedido parecido, mas contra a vice-prefeita Jaqueline Coutinho (PTB) será postergado com o recebimento de um adendo. A análise poderá ocorrer na sessão de quinta-feira (25).

Julgamento no TCE

A Primeira Câmara do Tribunal de Contas do Estado julga hoje um contrato entre a Prefeitura de Sorocaba e a empresa Maxfox Ltda.. O contrato é de 2012, gestão do ex-prefeito Vitor Lippi (PSDB). O contrato tinha como objetivo a construção da Oficina do Saber, de uma escola municipal e de um ginásio poliesportivo no Jardim Ipanema Ville, zona norte da cidade. O valor, que incluía o fornecimento de mão de obra, materiais e equipamentos, foi de R$ 5.388.783,95.

Comentários

CLASSICRUZEIRO