Informação Livre

Seconci Visita

Diretoria apresentou uma série de iniciativas já realizadas desde que assumiu a gestão do CHS
Foto: Erick Pinheiro

A diretoria do SeconciSP (Serviço Social da Construção), que é responsável pela nova administração do Conjunto Hospital de Sorocaba, esteve visitando o Jornal Cruzeiro do Sul e apresentou uma série de iniciativas já realizadas desde que assumiu a gestão do CHS. Em conversa com o Editor-Chefe, os integrantes falaram sobre as novas contratações, sobre a compra de medicamentos e diminuição de espera por cirurgias. Em breve o Seconci vai apresentar um relatório mais amplo sobre as realizações desde que iniciaram os trabalhos em novembro passado. Entre os 10 melhores hospitais públicos do Estado de São Paulo, cinco são administrados pelo Seconci: “… e é o que pretendemos para Sorocaba”, disse Maristela Honda, conselheira. Na foto, o diretor da FUA, Marco Aurélio Laham Dottore, a jornalista Sandra Vergili, e diretores do Seconci, Paulo Quintas, Maristela Honda e Aguinaldo Carlessi.

Na Assembleia Estadual

Bruno Caetano (PSDB) tomou posse segunda-feira (28) em lugar de Fernando Capez, que renunciou ao mandato para assumir a diretoria do Procon/SP. Caetano é mestre em ciência política pela USP e vai levantar a bandeira do empreendedorismo.

Na mesma data, faleceu em São Paulo o deputado estadual Jooji Hato (PMDB), em decorrência de uma parada cardiorrespiratória. Médico, estava em seu segundo mandato.

Bauru eternizado

O sanduíche Bauru foi declarado patrimônio imaterial do Estado de São Paulo por lei estadual. Em Bauru, lei municipal de 1998 já havia oficializado a receita original do sanduíche: pão francês, rosbife, queijo derretido em banho-maria, picles e tomate. O Bauru pode ainda ser declarado patrimônio imaterial nacional, se for aprovado projeto de lei apresentado pelo deputado federal Capitão Augusto (PR-SP) em 2017, e que tramita na Comissão de Turismo da Câmara dos Deputados.

Lobato livre

As obras originais do escritor paulista Monteiro Lobato, a partir de agora, são de domínio público, o que significa que não incidem mais direitos autorais patrimoniais sobre as publicações. Ou seja, qualquer pessoa pode fazer qualquer tipo de uso econômico sem ter que pagar direitos patrimoniais ou solicitar autorização prévia para os seus herdeiros ou titulares desses direitos. Isso é possível legalmente porque já se passaram 70 anos da morte do escritor.

Volta às aulas

Todos os anos, a Secretaria de Estado da Educação executa um projeto de acolhimento de estudantes, no início do período letivo, nas unidades da rede de ensino. É importante frisar que, na próxima sexta-feira (1º), os 3,6 milhões de alunos retornam às aulas nas 5 mil escolas de todo o território paulista. Assim, em 2019, as atividades serão realizadas a partir do dia 4 de fevereiro. As ações promovem o fortalecimento do vínculo entre os jovens, com rodas de conversa, visitas aos espaços e compartilhamento de experiências, entre outros. De acordo com especialistas, a iniciativa é importante para estabelecer o contato inicial com funcionários da unidade. Vale destacar que a proposta é inspirada em uma prática já desenvolvida pelas Escolas de Tempo Integral. Além de promover a socialização, a iniciativa estimula diversas habilidades dos estudantes a partir do planejamento de cada ação.

Comentários