Informação Livre

Sabatina com Watanabe

Secretário falou que há um represamento do serviço e disse que há um estudo de geoprocessamento nas unidades
Sabatina com Watanabe
Crédito da foto: Divulgação

A Câmara de Sorocaba realizou nesta terça-feira (7) uma nova sabatina com o secretário municipal de Saúde, Ademir Watanabe, para discutir o protocolo de tratamento da Covid-19 em Sorocaba e também a retomada de serviços de saúde. O presidente da Comissão Especial de Combate à Pandemia, Anselmo Neto (Podemos), presidiu o evento.

Durante o encontro, secretário falou que há um represamento do serviço e disse que há um estudo de geoprocessamento nas unidades. “Hoje a gente vive e respira Covid, porém sabemos que toda a área de atenção básica e especialidades está bem abaixo do que devemos produzir”, disse. De acordo com Watanabe a ideia é levar parte dos especialistas às unidades básicas, pois a Policlínica tem problemas estruturais sérios. Outra proposta é levar uma carreta com especialidades aos bairros, deixando apenas procedimentos mais complexos para a Policlínica.

Leia mais  Testagem de servidores

Segunda discussão

O projeto de lei número 81 de 2020, de autoria do Executivo, que dispõe sobre as diretrizes para a elaboração e execução da Lei Orçamentária de 2021 (LDO) será votado, em segunda discussão, na 18ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Sorocaba. O evento será realizado virtualmente nesta quarta-feira (8), a partir da 9h. Como tem ocorrido, levando em consideração o ato da Mesa número 41 de 2020, a sessão será sem a presença de público. Trata-se do único projeto a ser discutido na sessão, conforme prevê o regimento interno da Casa. O projeto estima receita de R$ 3,076 bilhões para próximo ano. Após ser debatido em audiência pública, o projeto da LDO para 2021 foi aprovado, em primeira discussão, com cinco emendas de autoria da Comissão de Economia.

Irregular

O contrato da Secretaria de Estado da Saúde para o Hospital Dr. Francisco Ribeiro Arantes, em Itu, para prestação de serviços de limpeza hospitalar, foi julgado irregular pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP). O valor contratual era de R$1.145.856,66 e o objeto era uma dispensa de licitação. A assinatura do compromisso foi efetivado em 2018. Além de julgar irregular, o TCE também aplicou multas aos responsáveis.

Para o café

A Câmara Municipal de Sorocaba realizou uma compra, por dispensa de licitação, de 600 quilos de café moído e embalado a vácuo. A aquisição terá um custo de R$ 8.640,00, pelos 1.200 pacotes de 500 gramas cada. Na descrição do produto, o Legislativo determinava algumas exigências, como a qualidade do grão, tipo arábica, e a necessidade de selos de qualidade da Associação Brasileira da Industria do Café (Abic), ou da empresa holandesa de processamento de café Douwe Egberts.

Leia mais  Recurso de vereador de Votorantim é negado pelo Tribunal de Contas

Novo presidente

A Empresa de Desenvolvimento Urbano e Social de Sorocaba (Urbes) tem nova direção desde a última segunda-feira (06). Para ocupar o lugar de Sérgio Pires Abreu, que assumiu a função de diretor de Planejamento da empresa pública, a prefeita Jaqueline Coutinho (PSL) nomeou o atual secretário de Mobilidade e Acessibilidade, da Prefeitura de Sorocaba, Gilmar Tadeu Ribeiro Alves, que vai acumular a função de diretor-presidente da Urbes.

Comentários