Informação Livre

Rodovia contaminada

A implantação de uma passarela metálica perto de fios energizados revela porque o DER e DERSA são motivos de investigações

A implantação da passarela metálica bastante movimentada no início da rodovia João Leme dos Santos há algum tempo, e que assim mesmo foi colocada ao lado de fios de energia elétrica que podem ser alcançado com as mãos, mostra bem o descuido por parte do DER de como foi feita essa importante via de acesso a Salto de Pirapora. Não fosse o histórico de falências e não continuidade de obras por parte de empresas contratadas, como Gomes Lourenço, não bastasse o péssimo asfalto que cobre a pista com ondulações contínuas, acessos não sinalizados, lombadas que provocam acidentes, novos aportes de verbas para continuidade das obras, percebe-se a total falta de critério e fiscalização de quem deveria zelar pela vida dos paulistas e responsável pela obra, o DER. A implantação de uma passarela metálica perto de fios energizados — embora isolados — e fios telefônicos, revela porque o DER e DERSA são motivos de investigações em operações que chegaram a prender o presidente da DERSA, com conexões que levariam ao ex-governador do Estado. O superintendente do DER em 2012, quando a rodovia ainda era construída, era o tucano Clodoaldo Pelissioni, que foi secretario dos Transporte de Alckmin e anteriormente seu tesoureiro de campanhas em 2008 e 2010. Já o ex-presidente da DERSA e também ex-secretário dos Transportes, Laurence Casagrande Lourenço, também foram presos por assuntos relacionados, durante a construção do rodoanel Mário Covas. Anteriormente, outro ex-diretor da DERSA, Paulo Preto, fora preso também por desvio de recursos. Talvez isso explique, mas não justifique, todos os descaminhos desse caminho mal feito entre Sorocaba e Salto de Pirapora.

Desvios apurados

Exemplo da preocupação com Organizações Sociais, OSs, é a criação em abril deste ano da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar denúncias sobre supostas irregularidades nos contratos de OSs que administram unidades públicas de saúde. As investigações tiveram início a partir de denúncias de desvio de R$ 4,5 milhões no Hospital Ouro Verde, em Campinas. Seis pessoas foram presas, acusadas de participar do esquema. Outros 34 hospitais e 48 ambulatórios também foram investigados.

Nova Mesa Diretora no Legislativo

A posse do presidente da Câmara de Sorocaba e demais membros da Mesa se deu de forma automática com a eleição, realizada na última sessão ordinária do ano. Conforme previstos na Lei Orgânica do Município e no Regimento Interno da Casa, a nova Mesa Diretora da Câmara assume suas funções em 1º de janeiro. O vereador Fernando Dini (MDB) foi eleito presidente da Casa. Além dele, fazem parte da Mesa Fausto Peres (Podemos), 1º vice-presidente; Irineu Toledo (PRB), 2º vice-presidente; Hudson Pessini (MDB), 3º vice-presidente; Luis Santos (Pros), 1º secretário; Pastor Apolo (PSB), 2º secretário; e Péricles Régis (MDB), 3º secretário. De acordo com o Art. 11 do Regimento Interno, os eleitos ficam automaticamente empossados após a votação para o mandato de dois anos, que começa no primeiro dia do ano subsequente. Ainda segundo o Art. 12, é permitida a reeleição para o mesmo cargo da Mesa na eleição seguinte. Entre outras atribuições, cabe à Mesa Diretora tomar as providências necessárias à regularidade dos trabalhos legislativos.

Confiança em maior nível

O Índice de Confiança de Serviços, medido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), avançou 1,3 ponto de novembro para dezembro deste ano. Com a alta, o indicador atingiu 94,7 pontos, em uma escala de 0 a 200 pontos, o maior patamar desde abril de 2014 (95,9 pontos). A alta da confiança atingiu dez dos 13 setores avaliados pela pesquisa. O Índice de Expectativas, que mede a confiança dos empresários no futuro, avançou 2 pontos, para 101,4 pontos, voltando para um patamar superior a 100 pontos depois de mais de cinco anos. Já o Índice da Situação Atual, que mede a confiança no momento presente, subiu 0,5 ponto, para 88,2 pontos. O Nível de Utilização da Capacidade Instalada (Nuci) do setor de serviços subiu 0,3 ponto percentual para 82,3%.

Comentários