Informação Livre

Parque Tecnológico inaugura Fab Lab

Atualmente, apenas quinhentas cidades ao redor do mundo possuem um laboratório dessa natureza
Parque Tecnológico inaugura Fab Lab
Crédito da foto: Fernando Abreu / Secom Sorocaba (21/8/2019)

Foram inauguradas na manhã desta quarta-feira (21) pelo Parque Tecnológico de Sorocaba (PTS) as instalações do Fab Lab. Trata-se do mais novo laboratório de uso público implantado no PTS, que oferece recursos para a realização de projetos voltados à área de soluções digitais e da engenharia robótica.

O laboratório do PTS é o terceiro de Sorocaba — os outros dois estão na Faculdade de Engenharia (Facens) e no Sesi/SP. Foi construído em parceria com o Sesi. Hoje, apenas 500 cidades ao redor do mundo, possuem um laboratório dessa natureza.

No Fab Lab deverão ser oferecidos os mais variados cursos de inovação e de tecnologia, como montagem de drones e operação de impressora 3D. Alunos das escolas Matheus Maylasky e Sesi puderam utilizar ontem o novo espaço.

O time todo

No processo de José Crespo (DEM), em que tenta retomar o mandato na Prefeitura de Sorocaba, o advogado Márcio Leme está cadastrado no processo com o time todo. Além do próprio Marcio Leme, o processo também tem cadastrados os advogados Camila Felício Zuccari, José Carlos Menk e Murilo Raszl Cortez. A ação que pede a anulação do decreto que cassou o mandato de Crespo é contra a Câmara de Sorocaba.

Falando nisso…

O processo movido por Crespo no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo pode ter decisão a qualquer momento. Protocolado na terça-feira (20), o pedido foi distribuído nesta quarta-feira (21). Tramitando na 1ª Câmara de Direito Público, o processo está sob os cuidado do desembargador Marcos Pimentel Tamassia, relator do caso.

Leia mais  Praça de Eventos de Votorantim é revitalizada

Falando em Crespo…

O Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo negou recurso ao Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Sorocaba no caso em que houve condenação por danos morais por publicações contra Crespo. Em Sorocaba, a entidade foi condenada a pagar R$ 10 mil a título de indenização. O TJ manteve o valor. A decisão é de 8 de agosto. Entretanto, o acórdão — teor integral da decisão — foi publicado no último dia 14.

Expulsão rejeitada

A executiva nacional do PSDB rejeitou nesta quarta-feira (21) o pedido de expulsão do partido do deputado Aécio Neves (PSDB-MG). Em uma reunião que durou cerca de cinco horas, o deputado Celso Sabino (PSDB-PA) apresentou seu parecer contra a representação feita pelos diretórios municipal e estadual do partido em São Paulo que pedia a saída do ex-candidato à Presidência da República. Sabino considerou que não havia motivos e pediu pela rejeição. “Deputado não tem nenhuma condenação”, disse. “Partido não tem motivos para fazer a expulsão”, afirmou. A maioria dos membros presentes votou com o relator e, com isso, o pedido foi rejeitado. Foram 30 votos a favor. Apenas quatro foram contra o relatório e pediram para que o processo de expulsão fosse aberto. Foram eles, o deputado Samuel Moreira, o prefeito de São Bernardo, Orlando Morando, o tesoureiro do partido César Gontijo e o secretário de Saúde de São Paulo, Edson Aparecido.

Leia mais  Palestra de Leandro Karnal em Sorocaba abordou o segredo do sucesso

Ainda os tucanos

A rejeição do pedido de expulsão é considerada como uma derrota ao governador de São Paulo, João Doria, um dos principais defensores da saída de Aécio do partido. O movimento para expulsar Aécio é parte do que Doria chamou de “faxina ética” no PSDB, que ano passado teve o pior desempenho eleitoral de sua história. O presidente do partido, Bruno Araújo, disse que a decisão foi democrática e negou que significasse uma derrota a Doria.

Comentários

CLASSICRUZEIRO