Informação Livre

Fim dos projetos em papel

Fim dos projetos em papel
Crédito da foto: Pedro Negrão / Arquivo JCS (16/2/2021)

A Câmara Sorocaba vai lançar nesta semana novo módulo de uso externo na plataforma digital Syslegis, que permite o fim da obrigatoriedade da tramitação em papel de documentos entre o Legislativo e o Executivo, que passam a ser enviados de forma digital. A tecnologia foi desenvolvida pelas divisões de Informática e Expediente do Legislativo. De acordo com o presidente da Câmara, Cláudio Sorocaba (PL), a desburocratização dá maior rapidez nos processos. “Vamos aumentar a eficiência nos trâmites, e isso se reflete em prestação de serviços, prestação de contas, com mais agilidade para o cidadão”, disse.

CPI do Livro

A ex-prefeita Jaqueline Coutinho, o ex-secretário da Educação Wanderlei Acca, e o atual corregedor da Controladoria Geral da Prefeitura de Sorocaba, João Alberto Corrêa Maia, deverão ser convocados a prestar esclarecimentos na CPI do Livro, que investiga a compra milionária de livros paradidáticos no final da administração passada. Por conta das restrições em função da pandemia e novos casos confirmados de Covid-19 na Câmara, as oitivas da CPI foram suspensas. O presidente da CPI do Livro é o vereador Vinícius Aith (PRTB). “Nossa intenção é apurar — com transparência e a participação da população — todos os que contribuíram com essa irresponsabilidade que foi gastar R$ 29 milhões em livros paradidáticos, numa época de pandemia, com aulas presenciais suspensas, crianças precisando de merenda, escolas depredadas e saqueadas por falta de segurança”, disse. O vereador chegou até os exemplares, que estavam armazenados em caixas na Arena Multiuso de Sorocaba, por meio de uma denúncia.

Leia mais  Piedade higieniza região central

Recursos para a pandemia

O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP) divulgou informações sobre a destinação de recursos públicos para o enfrentamento da pandemia no Estado e nos municípios paulistas. Os dados apresentados foram colhidos até a data de 28 de fevereiro e foram atualizados no Painel da Gestão de Enfrentamento da Covid-19. Quanto à campanha de vacinação, 464 municípios responderam que possuem Plano Municipal de Vacinação contra a Covid-19. Até o final de fevereiro, 31 realizaram aquisição de 2.355.547 seringas ou agulhas para fins específicos da vacinação. Foram realizadas campanhas para esclarecimentos sobre a vacinação em 535 municípios. Um total de 417 prefeitura informou possuir cadastramento municipal do público prioritário para vacinação. O levantamento aponta que 24 prefeituras contrataram temporários para fins específicos de vacinação, ao passo que a maioria das administrações (509) treinou as equipes de saúde que estão atuando na vacinação. Quatro municípios contrataram empresas para toda operação de vacinação (armazenamento, distribuição e/ou aplicação).

Comentários