Informação Livre

Condecorações no IHGGS

Homenagens foram oferecidas pela Academia de História Militar Terrestre do Brasil em parceria com o Instituto Histórico
Condecorações no IHGGS
Crédito da foto: Manuel Garcia

O General do Exército Luiz Eduardo Ramos Baptista Pereira, Comandante Militar do Sudeste; o Coronel PM Marcelo Vieira Salles, Comandante da Polícia Militar do Estado de São Paulo; e o Tenente Coronel Ricardo Alves Pereira, Comandante do Segundo Grupo de Artilharia Leve do Regimento Deodoro receberam ontem homenagens da Academia de História Militar Terrestre do Brasil (de São Paulo) em parceria com o Instituto Histórico, Geográfico e Genealógico de Sorocaba (IHGGS), na figura do seu presidente Adilson Cezar.

O gato e a mamãe

Os vereadores integrantes da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), que investigam irregularidades no voluntariado na Prefeitura de Sorocaba, apresentaram ontem o relatório parcial dos trabalhos. Na conclusão do relatório apresentado, os eles apontam aparente lesão ao erário público em valores que teriam sido repassados por uma empresa privada para a ex-voluntária por ordem do prefeito José Crespo (DEM). Uma velha anedota, conhecida por muitos, explica o atual momento político em Sorocaba. Chocado por ter recebido uma abrupta mensagem de seu irmão que lhe informava sobre morte de seu gato querido, o triste Manuel pede que uma noticia desse gênero fosse dada por partes como, no caso, que o gato havia subido no telhado e caiu, depois que fora ao veterinário, mas não estava bem, até que finalmente, a morte. “Mas já estarei me acostumando”, disse o dono do falecido. Passado uns meses, recebe uma nova notícia: “Querido Manuel, mamãe subiu no telhado”.

Leia mais  Passeio pelo cemitério da Saudade reúne 40 pessoas durante a tarde deste sábado (17)

Ah, essa esquerda…

O resultado favorável ao prefeito José Crespo (DEM) na rejeição do pedido de abertura de Comissão Processante na Câmara tinha leitura previsível, mas um final emblemático. Não pelos votos de Hélio Brasileiro (MDB), que se declara legalista, ou Rodrigo Manga (MDB), fogo amigo declarado a Crespo. A surpresa veio da oposição e, o inacreditável, não do PCdoB, PT e — pasmem — Psol. Sabe-se porém, que a votação de ontem foi apenas o guizo da cascavel. O bote virá em breve. Tudo leva à desconstrução de processos contra a vice-prefeita e sua elevação, ungida pelos mesmos e outros novos no bloco, ao mais alto posto do Executivo municipal, para felicidade geral da suburbia. Ouve-se ao longe o arfar de ansiedade e expectativa, entre tranquilizantes, daquele que grita diariamente contra tudo e contra todos.

Leia mais  São Bento depende de si mesmo para sair da zona de degola

Cadê a razoabilidade?

O Cruzeiro do Sul aguarda há mais de 15 dias informações sobre um processo que tramita na Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Parques e Jardins que trata de supostas irregularidades ambientais de ao menos uma empresa que pertencia a um dos empresários citados na operação Casa de Papel. O processo se arrasta na Sema desde 2016. Se faltou agilidade para resolver a pendência administrativa, agora falta razoabilidade no que é de interesse público: transparência de ações.

Comentários

CLASSICRUZEIRO