Buscar no Cruzeiro

Buscar

Informação Livre

Coleta seletiva e reciclagem

O Brasil perde R$ 14 bilhões por ano com a falta de reciclagem adequada

03 de Junho de 2021 às 01:17
Cruzeiro do Sul [email protected]
São cerca de 12 milhões de toneladas de resíduos sólidos que acabam sendo descartados no meio ambiente.
São cerca de 12 milhões de toneladas de resíduos sólidos que acabam sendo descartados no meio ambiente. (Crédito: EMIDIO MARQUES (20/3/2019))

O Dia Nacional da Reciclagem, comemorado no sábado (5), visa conscientizar a população sobre a relevância da coleta seletiva, separação e destinação de materiais que podem ser reciclados ou até mesmo reaproveitados, reduzindo os impactos causados ao meio ambiente pelo descarte inadequado.

De acordo com dados divulgados pela Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe), o Brasil perde R$ 14 bilhões por ano com a falta de reciclagem adequada. Ainda segundo o levantamento, são cerca de 12 milhões de toneladas de resíduos sólidos que, ao invés de gerarem emprego e renda, acabam sendo descartados no meio ambiente.


Hospitais

Em um ano marcado pela crise da saúde em decorrência da pandemia causada pela Covid-19, o Estado de São Paulo abriu 73 hospitais públicos -- estaduais e municipais -- e criou 6.384 novos leitos em toda a rede de atendimento ao longo do exercício de 2020.

O número de hospitais saltou de 199, em 2019, para 272, no ano passado, representando um aumento de 36% das unidades disponíveis. A inauguração de hospitais de campanha para tratamento de pacientes com coronavírus, a reativação de estruturas do sistema de Saúde já existentes e a divisão de unidades para atender a especialidades distintas foram os principais responsáveis pelo incremento.

Os dados foram extraídos a partir de informações colhidas junto ao Ministério da Saúde e às pastas estaduais da Saúde e da Fazenda, e abrangem 272 hospitais próprios administrados diretamente pelo Estado ou pelos municípios.

A lista inclui o hospital de campanha de Sorocaba, criado no ano passado e já desativado. As informações são Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP).


Revogação parcial

O processo licitatório destinado à aquisição de gêneros alimentícios para distribuição aos alunos atendidos pela rede municipal de ensino foi revogado parcialmente. Conforme a Prefeitura de Sorocaba, a revogação diz a respeito apenas a um ítem do lote 1.

A situação ocorreu por razões de interesse publico, segundo o Executivo. O termo de revogação parcial assinado está disponível no site da Prefeitura de Sorocaba. A situação poderá fazer com que haja atraso na distribuição dos itens.


Testes

A Câmara de Sorocaba divulgou nota ontem onde afirma que o teste realizado na última segunda-feira (31), com servidores diretos e indiretos, foi feito pela Vigilância em Saúde do município de Sorocaba. “Este órgão da saúde municipal fez os exames por conta do estado de surto do parlamento.

Eles formalizaram a triagem, coletaram o sangue e analisaram as amostras, de acordo com os protocolos do Ministério da Saúde”, diz a nota. O Legislativo ainda lembrou que a testagem foi sorológica, com referência de não regente, e com aferição de IGG e IGM.

“Os anticorpos não indicam estar ou não doente, mas que de algum modo os pacientes têm anticorpos e tiveram contato com o vírus”, informou a Câmara.