Covid-19 Sorocaba e Região

Hospital de Campanha começa a funcionar nesta segunda-feira em Sorocaba

A estrutura com capacidade para 84 leitos foi montada na Arena Multiúso

Hospital de Campanha em Sorocaba começa a funcionar nesta segunda-feira

Atualizada às 19h25

A partir da próxima segunda-feira (25), às 7 horas, o Hospital de Campanha Douglas Barbosa de Medeiros estará apto a receber pacientes suspeitos e confirmados com o novo coronavírus. A estrutura com capacidade para 84 leitos foi montada na Arena Multiúso, situada à margem da rodovia Raposo Tavares (SP-270).

De início, o hospital contará com 22 leitos, sendo 20 intermediários e dois de estabilização. Nessa fase inicial, a assistência será feita por 78 servidores da Secretaria da Saúde (SES) .

De acordo com a SES, neste momento, os leitos de enfermaria na UPH Zona Leste e de UTI contratados junto à Santa Casa têm sido suficientes para atender aos casos da Covid-19 registrados na cidade. “O Hospital de Campanha é a nossa segurança para enfrentar um possível aumento do número de casos da doença. O que é absolutamente necessário, pois estamos falando de vidas”, reforçou o secretário da Saúde, Ademir Watanabe.

Vagas

Os primeiros 22 leitos começarão a ser utilizados conforme as vagas de enfermaria da UPH Zona Leste e do Hospital Santa Casa forem sendo ocupadas. A ativação dos outros leitos do hospital vai acontecer de forma gradativa, conforme a necessidade. A implantação e operação de todos os 84 leitos está contratada, mas ela será paga pelo município de acordo com a ativação deles.

A denominação do novo hospital presta uma homenagem ao técnico de enfermagem do Hospital Unimed. Douglas Barbosa de Medeiros faleceu no dia 26 de abril por conta da Covid-19 e a intenção da Prefeitura de Sorocaba é homenagear um combatente da doença que comoveu a cidade pelo seu exemplo como profissional da saúde.

Deslocamento de pacientes

Para fazer o deslocamento dos pacientes com suspeita de Covid-19, a prefeitura alugou oito ambulâncias brancas, usadas apenas para o transporte dos pacientes. Também foram alugadas duas ambulâncias UTI – com equipe – para estar 24 horas à disposição.

Leia mais  Barreira sanitária é montada na avenida Dom Aguirre

 

O contrato das ambulâncias UTI, além do veículo devidamente equipado, prevê que sejam disponibilizados também médico, enfermeiro, técnico de enfermagem e o motorista. A empresa é responsável também pela desinfecção do veículo.

Contrato

Esse contrato já está em vigor, ou seja, a prefeitura já está pagando pelo aluguel desses veículos. No caso das ambulâncias brancas, elas já trabalham atendendo toda a rede pública municipal de saúde.

Como as ambulâncias UTI para Covid são exclusivas para o transporte de pacientes com a doença, a contratação do serviço possibilitou a preservação das UTIs do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para atendimento de outras ocorrências, que continuam acontecendo na cidade.

Bençãos

A prefeita de Sorocaba, Jaqueline Coutinho, esteve no Hospital de Campanha na tarde desta sexta-feira (22) para fiscalizar a estrutura que será oferecida aos pacientes. Emocionada, a chefe do Poder Executivo destacou o empenho de todos os servidores para a conclusão do hospital.

“A conclusão do hospital é um momento importante para a cidade. Parabenizo todos os envolvidos nesse projeto, em especial à toda equipe da Secretaria da Saúde que trabalhou de forma empenhada, dia e noite”, destacou.

Após conferir os leitos e equipamentos, a prefeita participou de um ato ecumênico com o arcebispo metropolitano de Sorocaba, Don Julio Akamine, e o reverendo Fernando Lyra, pastor da Primeira Igreja Presbiteriana de Sorocaba. Ambos abençoaram os profissionais e futuros pacientes. (Da Redação, com informações da Prefeitura de Sorocaba)

Comentários