Sorocaba e Região

Homem agride quatro funcionárias do CEI 82 em Sorocaba

O agressor ainda teria tentado estuprar uma das vítimas
O caso ocorreu no Centro de Educação Infantil Professor Benedito Marcal (CEI 82), no bairro Júlio de Mesquita. Crédito da foto: Fábio Rogério (06/01/2020)

Quatro funcionárias da CEI 82 Professor Benedito Marçal foram agredidas por volta das 13h desta quarta-feira (6), no bairro Júlio de Mesquita, em Sorocaba. Um indivíduo, com o rosto coberto, invadiu a unidade na tentativa de furtar a creche. O criminoso ainda tentou estuprar uma das vítimas.

De acordo com uma testemunha, uma funcionária voltava do almoço quando encontrou um homem vasculhando armários da secretaria. Ele a ameaçou com uma tesoura no pescoço e arrastou ela para o banheiro dos fundos da creche. Ele ainda rasgou as roupas da mulher, que lutou para não ser estuprada. O criminoso agrediu o rosto da vítima e a enforcou até ela desmaiar.

Com o barulho, outras três funcionárias encontraram o agressor e a mulher. Elas tentaram impedir o homem que revidou e feriu as servidoras. Uma delas, ainda foi agredida na cabeça e teve o celular roubado.

Leia mais  Homem é preso por tráfico de drogas no bairro Mineirão

O agressor, que aparentava ter 18 anos, de camiseta vermelha e bermuda azul, conseguiu fugir e segue foragido. A Guarda Civil Municipal (GCM) isolou a área, enquanto a Polícia Militar buscava o agressor pelo bairro. Ninguém foi preso.

Apesar de estarem abaladas, as vítimas foram socorridas em hospitais da cidade e passam bem. A mulher assediada já recebeu alta no Hospital Samaritano, mas ainda deve passar por amparo psicológico.

Medidas do poder público

Em resposta aos acontecimentos, a Prefeitura de Sorocaba anunciou que tomará medidas, já nos próximos dias, para garantir o monitoramento das escolas, que já foram furtadas outras vezes. As secretarias de educação, de segurança e de administração irão se reunir nesta quinta-feira (7) para planejar o início do monitoramento. “É algo que tem que ser feito rápido, porque coloca em risco a vida do servidor”, afirmou o Prefeito Rodrigo Manga (Republicanos).

Uma sugestão do vereador Salatiel Hergesel (PDT), que está sendo considerada pelo chefe do executivo, seria fechar as portas das CEIs durante o período de férias. “Não ficaria uma pessoa sozinha. Fica muito vulnerável a qualquer ataque como esse”, explicou Manga.

Leia mais  Inquilino é preso por guardar drogas em casa de amigo em Sorocaba

Ao Cruzeiro do Sul, o prefeito confirmou a possibilidade de designação de agentes da GCM para fazer a segurança das escolas. “Nesse plano, eles fazem o monitoramento de todas as escolas e, quando aparece qualquer anormalidade dentro de uma escola, é informado pelo próprio mecanismo. Assim, a Polícia Militar ou a GCM que estiver mais próxima, faz a abordagem”, concluiu o chefe do executivo. (Kally Momesso – programa de estágio)

 

Atualizado às 20h40 com informações sobre o número de acusados no caso.

Comentários