Sorocaba e Região

Grande quantidade de livros é jogada fora em escola estadual de Sorocaba

Os exemplares foram colocados na caçamba de uma carreta e em uma picape
Crédito da foto: cortesia

Uma grande quantidade de livros, aparentemente sem uso, foi retirada da escola estadual João Clímaco de Camargo Pires, no Jardim Alvorada, em Sorocaba, e descartada, na manhã de sexta-feira (22). Os exemplares foram colocados na caçamba de uma carreta e em uma picape. A Diretoria Regional de Ensino de Sorocaba (DRE) informou serem materiais de anos anteriores. Por isso, não é mais possível utilizá-los. Assim, eles foram encaminhados para a reciclagem.

Um morador do bairro, que preferiu não ser identificado, presenciou o recolhimento dos livros. Segundo ele, a maioria deles ainda estava embalada. Antes de colocá-los nos veículos, os motoristas rasgaram os plásticos. Ainda conforme a testemunha, não houve qualquer cuidado no manuseio. Os exemplares, diz, foram jogados de qualquer forma dentro da carreta e da picape. “No final, eles (motoristas) ainda colocaram sucatas de carteiras escolares quebradas na carreta”, conta. Ele viu esse tipo de situação na unidade de ensino pela primeira vez.

Leia mais  Vivo apresenta falhas de internet e telefone em Sorocaba

Uma das fotografias enviadas ao Cruzeiro do Sul mostra um motorista pisando sobre os materiais. Em outras imagens, é possível notar realmente haver vultuoso número de exemplares nos veículos.

Crédito da foto: cortesia

O morador disse acreditar tratarem-se de livros didáticos de anos anteriores. Apesar de serem edições passadas, ele considera possível a reutilização, pois os conteúdos de algumas disciplinas, como matemática, não mudam. Isto é, explica, os assuntos abordados em cada série não costumam sofrer alterações, mesmo com a mudança de ano letivo. “Por que jogar um livro no lixo, se ele pode ser reutilizado?”, questiona, indignado.

Os motoristas, afirma o homem, estavam sem uniforme, e os veículos não tinham identificação de empresa transportadora. Os funcionários, completa, não informaram a destinação dos livros.

Em nota, a Diretoria Regional de Ensino de Sorocaba (DRE) afirmou que os livros didáticos são de 2012 a 2018, já foram  pelos estudantes e não estão mais no prazo para uso. “A escola tem responsabilidade de decidir o desfazimento desse material para reciclagem, em conformidade à resolução SE 83/13”, justificou. (Da Redação) 

Comentários