Sorocaba e Região

GCM prende acusados de ataques a ônibus do transporte coletivo

Na ocasião dois ônibus do transporte coletivo e caminhões foram incendiados no bairro Vitória Régia
Ônibus foram queimados após protesto no bairro Vitória Régia em Sorocaba. Crédito da foto: Germano.

A Guarda Civil Municipal de Sorocaba (GCM) prendeu na manhã desta quinta-feira (9) duas pessoas acusadas de participação em ataques ao patrimônio público no bairro Vitória Régia, em 19 de janeiro. Na ocasião dois ônibus do transporte coletivo e caminhões foram incendiados.

A prisão ocorreu durante uma operação. O caso está sendo apresentado no 8º DP, que atende a região. A Polícia Civil investigava a situação. De acordo com o delegado Acácio Leite, quatro pessoas foram detidas, sendo que duas teriam envolvimento com os ataques no bairro da zona norte de Sorocaba.

Segundo ele, a polícia já estava há um tempo trocando informações desde o acontecido. A investigação tinha como base, além de informações, diligências. “Nos últimos dias isso se aqueceu e culminou com essas prisões”, afirma o delegado.

Ainda conforme Leite, a dupla já teria passagem por roubo e tráfico. Uma quantia de entorpecente também foi apreendida.

O ato

Em 19 de janeiro, foi realizado um protesto contra a morte de um jovem de 18 anos que morava no bairro. A manifestação foi iniciada na rua José Martinez Peres. Por volta das 15h40 daquela data, nove viaturas da Polícia Militar estavam na região. O helicóptero Águia, da PM, também monitorou o protesto. A Tropa de Choque também precisou ser chamada.

Leia mais  Nova gestão de Votorantim foca em saúde, economia e cidadania

Ruas foram interditadas e houve queima de pneus. Além disso, quando o protesto tomou outras proporções, dois caminhões foram incendiados. Um deles pertencia ao Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Sorocaba (Saae). Outro era de uma empresa terceirazada da autarquia. O mesmo ocorreu com dois ônibus do transporte coletivo que atendia o bairro. Ninguém se feriu.

Na data, uma reunião de emergência chegou a ser realizada na Prefeitura de Sorocaba, pela prefeita Jaqueline Coutinho (PSL). Parte dos serviços do Saae foi suspensa no bairro. O transporte coletivo passou a ser escoltado. (Marcel Scinocca)

Comentários