Eleições 2020 Sorocaba e Região

FUA promove debate entre candidatos à Prefeitura de Sorocaba

Haverá transmissão pelas redes sociais do jornal Cruzeiro do Sul, pela rádio Cruzeiro FM 92,3 e TVCOM
FUA promove debate entre candidatos à Prefeitura de Sorocaba
Com todos os cuidados em relação à Covid, o local está sendo preparado para o debate entre os oito candidatos, no dia 12, a partir das 20h. Crédito da foto: Fábio Rogério (4/11/2020)

A Fundação Ubaldino do Amaral (FUA) e o jornal Cruzeiro do Sul realizam na próxima quinta-feira (12), a partir das 20h, o debate entre os candidatos que concorrem à Prefeitura de Sorocaba. O evento é uma parceria com a rádio Cruzeiro FM 92,3 e a Universidade de Sorocaba (Uniso) e será transmitido pelas redes sociais do jornal e também pela rádio Cruzeiro FM 92,3 e TVCOM, canal 8 da Net.

Com todos os cuidados relacionados à Covid-19, o evento será realizado na sede do jornal Cruzeiro do Sul e também de sua mantenedora, a Fundação Ubaldino do Amaral (FUA), no Alto da Boa Vista, sem público presencial. Para o debate, haverá uma comissão de três advogados, sendo dois da Comissão Eleitoral da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), em Sorocaba, e um da Uniso. Eles avaliarão possíveis solicitações de direito de resposta durante o evento.

Engajamento

Presidente do Conselho de Administração da FUA, César Augusto Ferraz dos Santos, destaca a participação das instituições no momento decisivo para a cidade, “Isso mostra a importância da Fundação Ubaldino do Amaral e também da Fundação Cultural Cruzeiro do Sul, que, por meio da Cruzeiro FM e do jornal Cruzeiro do Sul, pelo histórico na cidade, emprestam a esse debate credibilidade ímpar. As nossas instituições prezam pela ética, pelo acesso da comunidade à informação de maneira justa e imparcial”, comenta.

Leia mais  Atletas sorocabanos conquistam medalhas no Mundial de Jiu-Jitsu

Ainda conforme Cesar Ferraz, será um momento importante para se saber o que os candidatos pensam sobre diversas situações, incluindo questões éticas. Cesar Ferraz também falou da tradição do evento ao longo de décadas. “É um debate aguardado e esperado, um dos mais importantes”, diz. Para ele, o alcance do evento será muito grande, tendo em vista as várias plataformas de transmissão previstas.

Ele argumenta que foi estratégico escolher a data mais próxima possível do dia da eleição. “Os candidatos já expuseram suas ideias durante a campanha. O eleitor está muito bem amadurecido para que no debate ele possa extrair algo que esteja faltando e que possa ser decisivo. Acho muito mais produtivo”, afirma.

O editor-chefe do Jornal Cruzeiro do Sul, Adalberto Vieira, destaca que o debate é importante para fortalecer o momento democrático, além de trazer subsídio para a escolha na hora do voto. “É uma forma de trazer mais elementos que ajudarão na decisão do eleitorado. A possibilidade do confronto direto é algo que só o debate proporciona. Em muitos casos, inclusive, é o debate que define o voto”, salienta.

O coordenador do curso de jornalismo da Uniso, Fernando Negrão Duarte, destaca a importância do debate para os futuros jornalistas. “É fundamental para que os estudantes participem ativamente de campanhas eleitorais e vivenciem de perto esse momento que é o debate. Vivenciar esse momento é importante na vida deles depois como profissional na área do jornalismo. É o exercício real da profissão, onde o estudante tem a oportunidade de colocar em prática a teoria da sala de aula”, avalia. “É uma oportunidade que os candidatos têm para apresentar e debater suas ideias com os estudantes, com os jornalistas do Cruzeiro e sem nenhuma maquiagem, sem nenhuma edição. O debate é a melhor forma para a gente dar transparência aos planos de governo de cada candidato”, conclui o professor.

Leia mais  Veículo pega fogo na Vila Santana em Sorocaba

O advogado Paulo Rogério de Almeida, gestor administrativo e responsável pelo Jurídico do jornal, destaca que já foi formada a comissão para avaliar eventuais pedido de direito de resposta durante o debate. “A ideia é trazer tranquilidade e segurança. Um conforto de saber que vai haver uma imparcialidade se ocorrer eventual deslize, se eventual direito for ferido”, diz. “É preciso dar essa segurança de legalidade e de direito garantido”, acrescenta.

São três advogados, sendo dois da Comissão de Direito Eleitoral da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), em Sorocaba. O advogado Ronaldo Valim França, que é presidente da Comissão da OAB, afirma que o debate abre a possibilidade do contraditório. “A propaganda eleitoral gratuita no rádio e TV, traz aos eleitores as propostas de governo de cada candidato, mas não abre espaço para o contraditório. Desta forma, o debate abre as portas para esta possibilidade, abrindo caminho para que cada candidato possa defender suas ideias de governo com os demais candidatos, criando, em torno desta discussão, mecanismos para que os eleitores possam criar suas próprias convicções e, desta maneira, votar no mais apto, dentro de sua conjectura”, afirma.

Leia mais  Detran isentará vans escolares da taxa de vistoria semestral

Ainda conforme Valim França, a OAB Sorocaba “espera que o debate eleitoral possa elevar ainda mais o nível da discussão política e ideológica, e que cada candidato possa trazer suas ideias de forma ampla e franca, em respeito aos eleitores e a democracia”. Também fará parte da comissão o advogado Fernando Miranda, que é coordenador do curso de direito da Uniso. (Marcel Scinocca)

Comentários