Sorocaba e Região

Formas de abandonar o vício do cigarro são debatidas durante palestra

O evento foi ministrado pelo médico, professor e especialista em pneumologia José Rosalvo Santos Maia
A palestra foi ministrada pelo médico, professor e especialista em pneumologia José Rosalvo Santos Maia. Crédito da foto: Erick Pinheiro (31/5/2019)

Promover a prevenção, alertar sobre os riscos do tabaco e apresentar as formas de abandonar o vício foram os objetivos de palestra realizada nesta sexta-feira (31) pela Secretaria de Política Sobre Drogas (Sepod) de Sorocaba. A apresentação foi em alusão ao Dia Mundial Sem Tabaco e realizada pelo médico, professor e especialista em pneumologia José Rosalvo Santos Maia, no auditório do jornal Cruzeiro do Sul.

De acordo com o secretário da Sepod, José Humberto Urban Filho, a palestra integra os esforços da pasta para sensibilizar a população sobre os malefícios das drogas. “O objetivo primordial é conscientizar a população do mal que o tabagismo faz. Muitas vezes a pessoa só pensa nas drogas ilícitas, mas não podemos esquecer da lícitas, como o álcool e o tabagismo”, explica.

José Humberto Urban Filho é titular da Secretaria de Política Sobre Drogas de Sorocaba. Crédito da foto: Erick Pinheiro (31/5/2019)

A palestra foi voltada aos funcionários da Prefeitura de Sorocaba, Guarda Civil Municipal (GCM), Tiro de Guerra e Guarda Mirim, que deverão agir como agentes multiplicadores das informações. Também foram apresentados os programas desenvolvidos nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) que auxiliam aqueles que desejam abandonar o cigarro.

Leia mais  A cada dois fumantes, um morre de doença relacionada ao tabagismo

 

O médico José Rosalvo Santos Maia destaca a importância do auxílio nesse processo e que é possível deixar de fumar em qualquer idade. “A função [da palestra] é conscientizar as pessoas sobre os riscos, os males do tabagismo e mostrar que há uma saída. Se você deixar de fumar, independente da fase da sua vida, terá benefícios”, afirma.


Uma das características da palestra foi o caráter preventivo, que é uma das principais diretrizes da Sepod. A apresentação lotou o auditório do jornal, sendo que o tema deste ano do Dia Mundial Sem Tabaco — determinado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) — são as doenças pulmonares provocadas pelo fumo. A data foi instituída em 1987 pela OMS. (Priscila Fernandes)

Comentários