Sorocaba e Região

Fábrica clandestina de gases medicinais é interditada em Sorocaba

Segundo a Secretaria Municipal da Saúde (SES), a empresa envasava o oxigênio líquido e vendia como produto medicinal
Na fábrica, foram apreendidos 92 cilindros de oxigênio comercializados como gás medicinal. Crédito da foto: Cortesia/ Secom Sorocaba 924/07/2020)

Uma fábrica clandestina de gases medicinais foi interditada na manhã desta sexta-feira (24), na região leste de Sorocaba. O fechamento foi realizado pela Secretaria Municipal da Saúde (SES), por intermédio da Vigilância Sanitária (Visa). No local, foram apreendidos 92 cilindros de oxigênio comercializados como gás medicinal. Segundo SES, a empresa envasava o oxigênio líquido e vendia como produto medicinal, sem os padrões de identidade, qualidade e segurança.

A produção era realizada sem a devida licença, colocando em risco a saúde pública, o que motivou a interdição, informa a pasta.

Ainda conforme a secretaria, a empresa também fabrica gases industriais. Essa atividade pode continuar sendo desenvolvida, pois, nesse caso, a fiscalização e o licenciamento não competem à Vigilância Sanitária.

A empresa clandestina ficará interditada até a resolução de todas as irregularidades. Crédito da foto: Cortesia/ Secom Sorocaba (24/07/2020)

O local não poderá fabricar e comercializar gases medicinais até a resolução de todas as irregularidades . O retorno do funcionamento se dará somente mediante a concessão da licença.

As denúncias para a Visa podem ser feitas por meio do canal 156 ou pelo site da Prefeitura: http://www.sorocaba.sp.gov.br/atendimento. Também é possível registrar a ocorrência pelo WhatsApp da Ouvidoria Geral do Município, pelo número (15) 99129-2426, das 8h às 17h. (Da Redação, com informações da Prefeitura de Sorocaba) 

 

Leia mais  Duas casas de tratamento para dependentes químicos são interditadas em Sorocaba
Comentários